Publicidade

Nota de esclarecimento sobre morte de técnica de enfermagem

Postado em 04/09/2020 11:50

Com o início da pandemia da Covid 19, constantemente são divulgados para a imprensa, boletins epidemiológicos por parte da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG), Ministério da Saúde do Brasil, assessorias de Prefeituras dos municípios e Secretarias Municipais de Saúde. Em Divinópolis/MG, não é diferente, a assessoria da Prefeitura encaminha dados de casos confirmados, casos notificados, casos recuperados, casos descartados e óbitos. Essas informações são repassadas aos veículos de imprensa diariamente.

Na noite de segunda-feira (31 de agosto), a assessoria da Prefeitura comunicou a imprensa sobre a morte da técnica de enfermagem. As informações iniciais apontou que “a técnica tinha 47 anos, Hospital São João de Deus,  o resultado do teste deu positivo, e que o “óbito era antigo”. A assessoria complementou dizendo que no dia seguinte daria mais detalhes sobre o caso.

No dia seguinte, a assessoria encaminhou detalhes desse óbito da seguinte maneira: “Óbito. Hospital São João de Deus. Paciente do sexo feminino, 47 anos, com comorbidades (portadora de Doença Cardiovascular Crônica, Asma e Diabetes). Hospitalizada na UTI do São João de Deus em 18/08/2020. PCR coletado em 14/08/2020 com resultado detectável. Óbito em 31/08/2020. Esse caso é o da técnica de enfermagem”, informou a assessoria.

Após ser publicada a reportagem, familiares da técnica entrou em contato com o Sistema MPA de Comunicação e encaminhou nota de esclarecimento. Veja abaixo na íntegra nota de esclarecimento dos familiares da técnica:

“Viemos esclarecer que a informação postada neste portal em 31/08/2020 as 19:50 sobre o falecimento da técnica de enfermagem em Divinópolis citando: “Seu óbito foi a cerca de dez dias”, mas só hoje o resultado do exame confirmou a presença do novo Coronavírus no corpo da vítima” é falsa. Esclarecemos também que as comorbidades da vítima (Doença cardiovascular crônica e diabetes) citadas neste portal no dia 01/09/2020 as 10:29 não procedem.  Cabe ainda ressaltar que os familiares da vítima cobram das entidades responsáveis pelas informações maior responsabilidade e zelo na apuração”.

Vale ressaltar que o Sistema MPA de Comunicação respeita a dor dos familiares, e informa que desde o início da pandemia, está seguindo os dados dos órgãos oficiais, nesse caso, a assessoria da Prefeitura de Divinópolis.

 

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade

Noticias relevantes:

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!