Publicidade

Laiz Soares repudia fala de Prefeito de Divinópolis, veja nota

Postado em 20/07/2021 14:48

A ex-candidata a prefeita de Divinópolis, Laiz Soares, a exemplo do também ex-candidato Fabiano Tolentino, e Manoel Cordeiro Presidente do Diretório Municipal do Partido dos Trabalhadores (representando a ex candidata Professora Maria Helena), se manifestou contra os ataques do Prefeito Gleidson Azevedo, quando em um evento oficial da Prefeitura, disse que se fosse outro candidato que tivesse sido eleito prefeito de Divinópolis, estaria neste momento roubando a cidade – No entendimento de Laiz, Gleidson com suas contumazes grosserias e com mentiras é um grande mau exemplo, principalmente para as crianças e os jovens. Veja nota na íntegra:

Em discurso no lançamento de uma plataforma digital, o prefeito de Divinópolis, Gleidson Azevedo disse em público, “(…) prefiro ser um Pedro turrão, do que um Judas ladrão. Se fossem eles que estivem aqui, estariam roubando”. Diante dessa fala ele insinua que é honesto, diferente dos outros candidatos que concorreram à prefeitura no ano de 2020, e que esses mesmos candidatos se eleitos, estariam roubando a prefeitura de Divinópolis.

Em vídeo publicado ontem, dia 19, a ex-candidata Laiz Soares, repudiou a fala do prefeito: “Pessoal recentemente o nosso prefeito Divinópolis que é um grande líder exemplar pra nossa cidade, extremamente republicano ele disse que ele pode ter errado pode ter sido impulsivo pode ter sido mal educado, mas que pelo menos ele é honesto. Que ele não é ladrão, e ele tem muito orgulho disso porque segundo ele qualquer outro que tivesse sido eleito estaria roubando na prefeitura. Bom, primeira coisa dessa fala irresponsável, leviana, arrogante, manipuladora e populista. Primeira coisa de tudo: você não é detentor do monopólio da honestidade da nossa cidade. Nós somos de uma cidade de pessoas trabalhadoras e honestas, e você não é o único honesto em Divinópolis, então não ouse insinuar que você é o único honesto político candidato nessa cidade que você não é, e você sabe que você não é. Você sabe que isso que está falando é mentira. Segunda coisa: lave essa sua boca suja que é um péssimo exemplo para os nossos jovens, para as nossas crianças e repense quando você for falar as coisas porque isso é muito grave acusar outras pessoas de não serem honestas sabendo que no fundo você sabe que está mentindo, mas não tem outra coisa para você recorrer, e isso só mostra o seu desespero e o seu desespero, prefeito. Não sobrou mais nada nada pra você dizer que você é: você não pode dizer que é competente, não pode dizer que trata as pessoas bem, que você é educado, que você respeita as leis. Só sobre sua honestidade e, ela não é mais que sua obrigação. Meu sonho é viver em um país onde os políticos não se vangloriem de serem honestos. Só o fato de um político ficar se vangloriando de ser honesto já é estranho pra mim, porque pra mim isso é tão premissa que eu não tenho coragem de sair falando “gente olha só como eu sou boa, sou honesta”. Isso é minha obrigação. Obrigação e essência você cumpre como premissa. É igual você respirar. Você está ali fazendo isso senão você não vive. Ser honesto é igual o ar que a gente respira. Não deveria ser gritado aos quatro ventos, deveria ser feito. E quando a gente é na essência algo, a gente é não precisa ficar falando. Tá bom?”

Advertisement

Divinópolis, 20 de Julho de 2020.

Veja vídeo:

Relembre posicionamentos de outros candidatos:

PT emite nota e afirma que fala do prefeito é criminosa, tipificada como injúria e difamação

.

 

No Quadro Panorama, Fabiano Tolentino, rebate fala do Prefeito

 

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade
Publicidade
Publicidade
plataforma ead
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!