Publicidade

Internações por Síndrome Respiratória Aguda Grave aumentam em Divinópolis

Postado em 30/06/2020 7:50

A síndrome respiratória aguda grave (SRAG) caracteriza-se por indivíduo com síndrome gripal que apresente: desconforto respiratório ou pressão persistente no tórax ou saturação de O2 menor que 95% em ar ambiente, ou coloração azulada dos lábios ou rosto. Em crianças além dos itens anteriores, observam-se o nariz, cianose, tiragem intercostal, desidratação e inapetência.

Este ano observou-se um aumento expressivo de hospitalizações por SRAG em Divinópolis em relação a 2019, o que pode ser explicado tanto pelo aumento das internações em decorrência da Covid 19, quanto ao aumento das notificações dos casos pela rede hospitalar pública e privada.

.

Dos 258 casos de SRAG hospitalizados até a semana epidemiológica (SE) 26, 166 (64,3%) ficaram em UTI:

 

.

Até a 26ª semana epidemiológica, dos 258 casos de SRAG notificados, um caso (0,4%) foi confirmado para influenza, um caso (0,4%) teve SRAG por outro agente etiológico, 78 casos (30,2%) foram confirmados para Covid 19 e 162 casos (62,8%) foram classificados como SRAG não especificado, isto é, casos de SRAG em que os testes laboratoriais realizados foram negativos (exames realizados por convênio ou particular testados apenas para COVID-19 e alguns testes realizados na FUNED/BH ainda aguardam resultados para Influenza). 6,2% dos casos (16) ainda aguardam resultado laboratorial.

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade

Noticias relevantes:

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!