Funcionários da UPA temem perder emprego e se mobilizam

Postado em 07/11/2018 16:50

Funcionários da UPA temem perder emprego  e se mobilizam

O Vereador César Tarzan convocou para a tarde desta terça-feira (6) uma reunião no plenarinho da Câmara Municipal para que os colegas de parlamento pudessem se inteirar da situação na qual envolve o destino da administração da Unidade de Pronto Atendimento – UPA Padre Roberto em Divinópolis. Atualmente a gestão da UPA é de responsabilidade da Santa Casa de Caridade de Formiga que teve seu contrato investigado durante os trabalhos realizados pela CPI da UPA desde dezembro de 2017.

O contrato com a Santa Casa foi assinado em 2014 pelo ex-prefeito Vladimir Azevedo, e segundo a atual administração o grande problema da UPA esta relacionado a falta de recursos que o Governo do Estado não tem repassado ao município. Inicialmente tem sido ventilada a possibilidade da administração ser repassada para o CIS-URG Oeste – Consórcio Intermunicipal de Saúde da Região Ampliada Oeste, que é responsável pelo gerenciamento do Samu e tem como finalidade desenvolver ações e serviços de saúde dos 54 municípios da macrorregião, sendo 23 delas da região Centro Oeste.

Porém, o que os funcionários efetivos da UPA temem é que, com essa transferência da administração, o cargo dos cerca de 144 efetivos da unidade sejam comprometidos caso não esteja mencionado em contrato a incorporação dos funcionários junto a nova gestão. Na ocasião, os Vereadores comungaram com a ideia de manter os funcionários efetivos na UPA caso a gestão se torne responsabilidade do CIS-URG ou de qualquer outro convênio. O Vereador Sargento Elton destacou a total importância do trabalho dos profissionais da saúde que se dedicam ao cuidado dos pacientes: “os funcionários da UPA podem ser comparados aos soldados das forças especiais, por toda sua dedicação, cuidado, atenção e esforço que fazem para atender tantas pessoas enfermas que passam pela unidade diariamente”, frisou Elton. O Vereador César Tarzan fez coro com os colegas e lembrou que seu pai trabalhou durante anos na UPA, e também defende a permanência dos funcionários, no que se pode avaliar do bom atendimento realizado por eles: “na UPA o que falta são os recursos financeiros, mas o bom atendimento e cordialidade dos funcionários é incontestável”, reforçou.

Neste sentido, o Vereador Edson Sousa, solicitou da Vereadora Janete um encaminhamento para que na reunião marcada para dia 09/11 na Fiemg, a Comissão de Saúde da Câmara junto do Conselho Municipal de Saúde enviem um relatório de tudo que ficar definido com relação a gestão da UPA. Contudo, o presidente do Conselho Municipal de Saúde informou que a está disposto a participar da reunião na próxima sexta-feira. A Vereadora Janete Aparecida por ser membro da Comissão de Saúde, também se disse disponível a participar da reunião.

A reunião na próxima sexta-feira (09/11) será na Fiemg Centro-Oeste em Divinópolis, a partir das 10 horas da manhã e contará com a presença da maioria dos Prefeitos da macrorregião na qual integra o CIS-URG para que seja decidido o futuro da administração da UPA Padre Roberto em Divinópolis. O intuito da discussão será de compartilhar a responsabilidade da gestão da UPA com as demais cidades que também utilizam dos serviços em Divinópolis.

Texto: Liziane Ricardo  

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Real Time Web Analytics