Publicidade

“Fecha a indústria, o comércio, somos afetados, mas estamos tendo problemas em relação as festas com as aglomerações”, afirmou o vice presidente do Sinvesd

Postado em 31/03/2021 9:18

Mauro Célio Junior, presidente do Sindicato da Indústria do Vestuário de Divinópolis- Sinvesd conhecido como Juninho, participou do Programa Bom Dia Divinópolis nesta quarta-feira (31/03). Segundo Juninho esse novo decreto apresentado pela Prefeitura de Divinópolis, pegou todos de surpresa, porque segundo ele, até então, a indústria era serviço essencial, e isso causa certa preocupação porque toda vez que parar, a indústria vai ter prejuízo,conforme Juninho.

Ainda de acordo com Juninho, a Covid 19 é uma doença grave, mas a pandemia vai continuar por mais alguns anos, não é uma doença que vai acabar de uma hora para a outra. “Nós temos que saber conviver com essa doença, pois é uma doença que vai se estender. Para a indústria voltar ao normal vai ser demorado. Existe um planejamento, nós temos datas para entregar pedidos, precisamos urgente da garantia da Prefeitura para abertura das indústrias, e do comércio. Nós queremos o tratamento igual, não é só o comércio que deve ser afetado. Fecha a indústria, o comércio, mas estamos tendo problemas em relação as festas, porque estão ocorrendo as festas, as aglomerações”, afirmou.

Sobre os feriados que seriam antecipados pelo Governo do Estado e votado na Assembleia de Minas Gerais (ALMG), Juninho disse que foi um alívio para ele não ter tido a antecipação do feriado por parte do Governo do Estado e ainda frisou que o comitê de Divinópolis de enfrentamento a Covid é uma piada. “Temos que ter decisões certas, já erramos o ano passado em fechar por dois meses, agora estamos errando de novo. Eles querem diminuir o transporte público, limitar passageiros no ônibus, por não conseguir uma gestão nesse sentido do transporte coletivo, mas é preciso parar de tomar essas medidas sem sentido, ninguém do comércio vai sobreviver e o número de casos da Covid 19 só está aumentando”, reforçou.

Advertisement

Como presidente do Divinópolis Clube, Juninho, finalizou a entrevista falando sobre o apoio que o espaço está dando as vacinações. “O que a gente puder ajudar a cidade na questão das vacinações, é de grande valia. Quero parabenizar aqui também a ação da Fiemg sobre a doação dos capacetes Elmo para distribuir em municípios para ajudar a salvar vidas nessa pandemia. É um ajudando o outro que nós vamos sair dessa pandemia, mas só um lado só pagando o preço, não vai adiantar”, finalizou.

 

 

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade
Publicidade
Publicidade
plataforma ead
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!