Exposição “Ubuntu – Sou o que sou pelo que nós somos” está no hall da prefeitura de Divinópolis

Postado em 20/11/2019 18:01

A exposição “Ubuntu – Sou o que sou pelo que nós somos”, realizada pela Secretaria Municipal de Cultura, foi aberta nesta quarta-feira (20/11) no hall do Centro Administrativo da Prefeitura de Divinópolis. A mostra é uma homenagem aos servidores municipais negros, em referência ao Dia Nacional da Consciência Negra.

Participam da exposição, servidores de diversas secretarias municipais, que foram escolhidos para representar os servidores negros.

O nome da exposição se refere a uma ética ou ideologia da África que foca nas alianças e relacionamento das pessoas umas com as outras. A palavra vem das línguas dos povos Banto; na África do Sul nas línguas Zulu e Xhosa. Ubuntu é tido como um conceito tradicional africano. Uma tentativa de tradução para a Língua Portuguesa poderia ser “humanidade para com os outros”. Uma outra tradução poderia ser “a crença no compartilhamento que conecta toda a humanidade”.

 

Uma tentativa de definição mais longa foi feita pelo Arcebispo Desmond Tutu: “Uma pessoa com Ubuntu está aberta e disponível aos outros, não-preocupada em julgar os outros como bons ou maus, e tem consciência de que faz parte de algo maior e que é tão diminuída quanto seus semelhantes que são diminuídos ou humilhados, torturados ou oprimidos”.

A exposição contém fotos e um breve currículo de 17 homenageados e ficará disponível no local até sexta-feira (22/11). Na próxima semana, de 25 a 27 de novembro, a exposição ficará na Secretaria de Educação, nos dias 28 e 29 na Secretaria de Saúde, de 2 a 4 de dezembro na Secretaria de Operações Urbanas e nos dias 5 a 9 de dezembro, no hall de entrada do prédio da Prefeitura na rua Pernambuco nº 60.

Quem não puder ver pessoalmente a exposição, a cada dia, foto e depoimento dos homenageados serão postados nos perfis oficiais da Prefeitura de Divinópolis no Facebook e no Instagram. As fotos são de Yeda Labrunie, produção e organização da exposição foi realizada pelas servidoras Dayane Ulisses e Katiuscia Freitas.

 

Foram homenageados e fazem parte da exposição:

Antônia Eustáquia Faria Martins – servidora agente administrativo há 32 anos, com atuação na Casa Samaritana, vários setores da Folha de Pagamento e atualmente no Centro de Referência em Saúde e Segurança do Trabalhador (Cresst).

 

Augusto Ambrosio Fidelis – servidor há 33 anos, grande parte dedicado à área de Cultura, Comunicação e Cerimonial. Com grande atuação na sociedade como na Academia Divinopolitana de Letras,  Lions Clube Divinópolis Pioneiro, Academia Marial de Aparecida e Ministro na Igreja de Nossa Senhora de Fátima.

 

Cássia Aparecida Machado – Atualmente aposentada, depois de trabalhar por 39 anos na Prefeitura. Trabalhou como auxiliar de serviços, recepcionista e, por cerca de 30 anos trabalhou como telefonista no principal número de contato na Prefeitura.

 

Erson Ribeiro Guimarães – Servidor há 31 anos como fiscal de saúde. Foi o primeiro presidente eleito do Sintram e foi coordenador da Vigilância Sanitária por seis anos. Desde 2017 é coordenador de Vigilância Ambiental.

 

Janaina Aparecida de Souza Costa – Servidora há 18 anos, tendo iniciado como auxiliar de serviços gerais. Há 14 anos presta serviços no Setor de Alvarás e, há 12 anos, está como coordenadora deste setor.

 

João Aparecido Ribeiro – Se aposentou recentemente depois de mais de 39 anos na Prefeitura, onde ingressou como auxiliar de serviços. Exerceu diversas funções na área de contabilidade, atuou na diretoria da Emop e no Conselho Fiscal do Diviprev. Há 39 anos participa da diretoria do Clube dos Servidores onde está atualmente como presidente reeleito.

 

João Batista da Silva – É funcionário público há mais de 25 anos, atuando em diversas secretarias como Esporte, Educação, Educação, Desenvolvimento Econômico, Junta Comercial e atualmente está na Secretaria Municipal de Cultura. É cantor, bailarino, ator, aderecista e um grande amante das artes

 

José Carlos Teixeira – Entrou na Prefeitura há 19 anos para o cargo de oficial de pintura, como o primeiro colocado no concurso. Trabalhou na reforma do casarão da Praça da Catedral, em todas as igrejas das comunidades rurais, escolas, unidades de saúde e demais setores da Prefeitura.

 

José dos Santos – Há 33 anos trabalha na Prefeitura de Divinópolis, onde chegou como oficial de serviços. Trabalhou em importantes obras como na urbanização da Vila Central do Divino (conhecida zona boêmia da cidade), na construção da Ponte do 49, na canalização do córrego do Sidil. Desde 2014 trabalha na Secretaria de Cultura.

 

Juliano Vieira dos Santos – Entrou para a Prefeitura como engenheiro civil em 2012. Trabalhou na Usina de Projetos, Defesa Civil, no Cresst como engenheiro de segurança do trabalho e atualmente atua na Secretaria de Serviços Urbanos.

 

Luiz Henrique da Silva – É servidor há 19 anos, tendo atuado na Secretaria de Administração, Paço Municipal até ano 2001 e, há 7 anos, atua no  Setor de Tributos Diversos da Secretaria Municipal da Fazenda. É músico, vocalista e instrumentista em duas bancas Tripulantes do Samba e Negra Val e Banda.

 

Madelon de Lellis Silva – Professora de trompete na Escola Municipal de Música Maestro Ivan Silva desde 1988, onde também ministra matérias teóricas. Lá, criou e coordenou o Grupo de Metais “Per Sonare” e o curso de Musicalização Infantil. Desde 2016 é responsável pelo curso “Oficina de Música”, direcionado a adultos.

 

Marlandes de Fátima Evaristo e Silva – Entrou para a rede municipal de ensino em 1995 como professora e já atuou em diversas escolas. Militante e defensora na defesa da escola inclusiva e em questões relacionadas à Políticas para a Negritude. É membro da Academia Divinopolitana de Letras.

 

Marta Catarina Pereira – Servidora da Prefeitura há 34 anos como auxiliar de serviços. Trabalhou na varrição das ruas, mas durante mais de 20 anos trabalhou na limpeza no prédio da Pernambuco e há cerca de dois anos trabalha no 3º andar do Centro Administrativo.

 

Rafaela Santos Silva –  Entrou na Prefeitura em 2008 no cargo de auxiliar de serviços e permaneceu na Secretaria de Desenvolvimento Social até 2013. Há 6 anos atua Secretaria de Cultura no projeto Fazendo Arte. Foi aprovada novamente em concurso público como assistente social entre as primeiras e aguarda convocação.

 

Silas Rodrigues – Servidor da Prefeitura há 28 anos onde chegou como jovem aprendiz na venda de Estacionamento Rotativo. Trabalhou na área administrativa, depois como auxiliar de serviços concursado. Há 23 anos atua na área de mecânica no Pátio da Prefeitura.  Desde 2017 está como coordenador de Fiscalização de Máquinas.

 

Vanilda de Oliveira Fialho Silva – Entrou na Prefeitura há 11 anos como auxiliar de serviços, na Secretaria de Assistência Social. Sempre esteve na mesma secretaria e atualmente é Operadora Master do Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal. Paralelamente possui uma carreira musical, conhecida como Negra Val.

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: Este conteúdo é protegido!