Publicidade

Divinópolis deve ser a primeira cidade de Minas a retomar aulas

Postado em 30/09/2020 8:33

Após uma semana da permissão para a volta às aulas em municípios na Onda Verde do Minas Consciente, a indefinição sobre o tema ainda é grande entre as prefeituras. Conforme a Secretária de Estado de Educação, cabe aos prefeitos decidir sobre o retorno das aulas presenciais. Ao todo, 217 municípios mineiros estão localizados em microrregiões classificadas na última fase de retomada das atividades, o que permitiria a reabertura das escolas de educação básica a partir do dia 5 de outubro.

A recomendação do Estado, em caso de dúvidas dos Executivos municipais, é seguir a etapa mais rigorosa, que no caso seria a Amarela, com retorno apenas do ensino superior. Entre as maiores cidades nessa faixa, estão Belo Horizonte, Montes Claros, Ribeirão das Neves, Divinópolis, Santa Luzia e Sabará. 

Divinópolis deve ser a primeira cidade de Minas a retomar aulas:

Divinópolis, na região Centro-Oeste do Estado, já anunciou na última semana que vai autorizar o retorno das aulas a partir do dia 5 de outubro. Porém, as unidades de ensino básico e superior devem enviar um plano de retorno com todas as medidas sanitárias necessárias:

Escolas de Divinópolis precisam passar por inspeção sanitária antes de iniciar aulas presenciais

 

 

Na última segunda-feira (28), a capital anunciou que 72% da comunidade escolar foi contrário à retomada e, por conta dos indicadores da pandemia, as unidades seguirão fechadas. Já em Sabará, a prefeitura aguarda o encaminhamento dos protocolos sanitários estabelecidos pela pasta, mas a expectativa é que as atividades não voltem no próximo mês.

Nova Lima, a prefeitura informou que, embora trabalhe na elaboração de um protocolo específico, ainda não há previsão de reinício. Santa Luzia, informou que, por estar na macrorregião Central, classificada na Onda Amarela, não retomará as aulas do ensino básico. O posicionamento é o mesmo de Ribeirão das Neves. Também não há data para a volta em Lagoa Santa e Caeté.

Em Montes Claros, no Norte de Minas, a secretária municipal de Educação, Rejane Veloso, afirma que a questão está sendo estudada pelos órgãos de saúde. Francisco Sá terá um encontro do Conselho Municipal de Educação para discutir a volta. 

Conselheiro Lafaiete não deve autorizar a retomada das aulas até o fim do ano. Na Zona da Mata, Viçosa, que aderiu ao programa de retomada e seguirá as diretrizes, aguarda a confirmação “dos setores sanitários e de fiscalização da prefeitura.

Em Itabira, o secretário municipal de Educação, José Gonçalves Moreira, explicou que apesar da categoria Verde, as demais cidades do entorno estão na Onda Amarela, o que sequer cautela. 

 

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade

Noticias relevantes:

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!