Publicidade

Consorcio de Saúde reafirma disponibilidade em fazer gestão do hospital de Divinópolis

Postado em 04/05/2020 10:20

O anuncio do governador sobre a finalização do hospital regional de Divinópolis cria boas expectativas para região. O Consórcio Intermunicipal de Saúde da Região Oeste reforçou o compromisso e o desejo de assumir a gestão da unidade após o término da obra. O CIS-URG fez o credenciamento através de um edital de tomada de subsídio, ele foi habilitado para gerenciar o hospital.

O Consórcio Intermunicipal de Saúde representa 54 municípios da macrorregião. De acordo com o presidente do CIS-URG o prefeito de Carmo do Cajuru Edson Vilela, o consórcio tem expertise em gestão e pode administrar a unidade. Segundo Edson o consórcio tem também autorização da prefeitura de Divinópolis para fazer a gestão do hospital, por isso o anuncio cria boas expectativas.

Romeu Zema fez durante a coletiva de quarta-feira, 29 o anuncio de obras e ações voltadas ao combate da COVID-19. As medidas anunciadas pelo governo vão contar com R$ 645 milhões liberados pela justiça. Deste valor, R$ 589 milhões são oriundos de antecipações de valores de reparação e estavam depositados em juízo por mineradoras a título de garantia em razão dos rompimentos das barragens da Vale, em Brumadinho, e da Samarco, em Mariana. Os outros R$ 56 milhões serão complementados pelo Tesouro Estadual.

O pacote inclui mais de 50 obras em todas as regiões do estado, para melhoria de estrutura e atendimento na área da Saúde.  De acordo com o Governo de Minas serão retomadas as obras dos hospitais regionais, que estão paralisadas há anos. São os hospitais de Divinópolis, Conselheiro Lafaiete, Teófilo Otoni e Sete Lagoas.

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade

Noticias relevantes:

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!