Audiência de conciliação será realizada para tentar uma solução sobre queda do muro do cemitério do centro

Postado em 18/05/2020 16:49

O muro do cemitério do centro, em Divinópolis desabou no dia 31 de janeiro deste ano. Os restos mortais que estavam em cerca de dez túmulos estão soterrados em uma obra que estava sendo construída ao lado do cemitério. Desde então não houve uma solução para familiares e poder público. Uma audiência de conciliação deverá ser realizada para tentar solucionar a questão.

Para familiares é necessário a contratação de uma empresa ou equipe técnica especializada em engenharia e arqueologia para o resgate, identificação e novo sepultamento dos restos mortais que estão nos escombros. 

Para a prefeitura o custo é alto, estima-se 24 milhões de reais, uma vez que são aproximadamente 200 restos mortais que estão nos escombros, cada qual em um estado de decomposição, alguns enterrados há décadas. Isso dificulta a realização da prova pericial.

O caso está a cuidados do juiz Núbio de Oliveira Parreiras.

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
error: Este conteúdo é protegido!