Publicidade

Após 71 anos, Carmo do Cajuru sanciona lei que cria “Conselho do Direito da Mulher”

Postado em 12/03/2020 17:18

A cidade de Carmo do Cajuru sancionou a primeira lei que cria o conselho municipal da mulher. Ao todo, dez representantes farão parte Conselho Deliberativo. O objetivo é reunir, num único local, diversos serviços para atendimentos às mulheres.

Ser um ponto apoio às mulheres nas diversas circunstâncias. No último domingo, a prefeitura de Carmo do Cajuru sancionou a lei municipal que cria o conselho municipal dos direitos da mulher. A organização irá discutir políticas relacionadas ao direito da mulher.

Na prática, o conselho será composto por cinco mulheres ligadas ao executivo e por outras cinco da sociedade civil organizada. O grupo terá autonomia total para tomar decisões que impactem positivamente a rotina das cajuruenses. Segundo a lei, conselho da mulher também poderá acompanhar e fiscalizar o cumprimento da legislação e convenções coletivas que assegure os direitos da mulher. Participar na elaboração de parâmetros para a formulação implantação de metas e prioridades. Apoiar integrar na articulação com outros órgãos da administração municipal, governo estadual e federal, além disso, poderá também se articular movimentos de mulheres para ampliar a cooperação mútua entre os estabelecimentos de estratégias comuns de implantação de ações para igualdade e equidade e o fortalecimento do processo de combate social.

O objetivo é que até o fim de março, seja estabelecida a comissão de todo o conselho. A prefeitura quer atrair mulheres ligadas à agricultura familiar, da saúde e também do polo moveleiro.

 

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade

Noticias relevantes:

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!