Aguapé de Divinópolis vira material de pesquisa

Postado em 06/12/2018 15:55

Pesquisadores realizam primeira coleta de amostras no Rio Pará para Projeto de pesquisa da Cemig que irá propor alternativas para o manejo das plantas aquáticas no reservatório do Gafanhoto, em Divinópolis (MG).

No início do mês de novembro foi realizada a primeira coleta de amostras de água pela equipe de pesquisadores do Projeto Gafanhoto. No total foram quatro pontos de coletas de amostras. O trabalho prevê a elaboração de um plano de manejo das plantas aquáticas presentes no reservatório da Pequena Central Hidrelétrica Gafanhoto e região de entorno.

As amostras coletadas serão analisadas nos laboratórios do SENAI em Belo Horizonte e utilizadas para avaliar a situação atual do reservatório no tocante à qualidade das águas e, posteriormente, de sedimentos. O projeto visa a aplicação de novas tecnologias para o controle das plantas no reservatório,dentre elas a redução da contaminação da água enriquecida por nutrientes e possíveis contaminantes por meio de “wetlands” artificiais, um sistema que utiliza as próprias macrófitas como jardins filtrantes para remoção do excesso de nutrientes presentes na água. A integração das informações geradas neste projeto irá compor um plano de manejo de plantas aquáticas no rio Pará.

As pesquisas desenvolvidas pelo projeto poderão beneficiar diretamente toda a comunidade local, além de fazer frente aos desafios do setor elétrico na busca de minimizar os impactos ambientais e econômicos decorrentes da proliferação de plantas aquáticas.

Aguapé de Divinópolis vira material de pesquisa

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Real Time Web Analytics