Saiba porque é um grande erro fechar o Aeroporto Campo de Marte

Postado em 11/01/2019 10:31

Em entrevista coletiva concedida na capital federal na tarde desta quinta (10) o governador de São Paulo anunciou o fechamento do Aeroporto Campo de Marte, situado na Zona Norte de São Paulo. João Dória anunciou que o espaço se tornará um parque aberto ao público destinado principalmente à prática de esportes.

A culpa desta decisão recaiu principalmente sobre os acidentes com a Aviação Geral que aconteceram nas proximidades do aeroporto, em alguns casos matando tripulantes e residentes das redondezas. Segundo o político o local já não é mais adequado para a prática da aviação.

O Campo de Marte foi o primeiro terminal aeroportuário de São Paulo, sendo que hoje não conta mais com linhas comerciais regulares, predominando o tráfego de aeronaves de pequeno porte. Apresenta a maior frota de helicópteros do Brasil e sua infraestrutura permite que São Paulo abrigue a maior frota do mundo desse tipo de aeronave, tendo superado a de Nova York.

Por se tratar de uma área enorme ao lado da Marginal Tietê o local sempre sofreu com os interesses do mercado imobiliário. O Portal MPA lista os principais motivos que comprovam que a decisão representa um retrocesso nos modais de tranportes paulistas:

1- O número de mortes por acidentes no Aeroporto de Congonhas é 865% maior do que as mortes ocorridas em Marte.

2- Utilizar o argumento de acidentes para fechar o aeroporto é o mesmo que praticamente obrigar os órgãos públicos a fecharem vias de trânsito com altos acidentes como por exemplo a própria Marginal Tietê.

3- O local gera aproximadamente 2.000 empregos diretos e 5.000 empregos indiretos movimentando a economia por meio de escolas, aeroclubes, oficinas e hangares.

4- Seu fechamento será um duro golpe para a Aviação Geral que já sofre com as políticas abusivas da Infraero como preço de estadia e combustível AVGAS à praticamente R$ 10,00 o litro.

Entende-se que existam outros fatores secundários e não divulgados que levam João Dória a tomar esta decisão, entretanto não podemos especular à respeito. Já é sabido entretanto que o próprio governador não usa o aeroporto para seus voos particulares em sua aeronave, optando por operá-la em Jundiaí onde os custos de hangaragem são menores.

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com