Atividades são paralisadas na Cooperativa Agropecuária de Divinópolis; Veja reportagem

Postado em 29/03/2016 17:37

Com as atividades suspensas, os produtos da empresa Karinho começam a sumir das prateleiras nos supermercados. A situação pode estar se arrastando há vários anos. Há cerca de dois anos a empresa não comprava leite de produtos de Divinópolis e região, por não haver confiança comercial na negociação.

Por cerca de sete dias, todas as ações foram paralisadas na Cooperativa de Divinópolis. Os funcionários foram afastados, mas continuam ligados a empresa. Em nota divulgada pela cooperativa, eles alegam que a suspensão do trabalho é momentâneo.

“Tal atitude foi em decorrência do rompimento abrupto do contrato pelo Instituto Aquila de Gestão, empresa que foi contratada para a gestão da Cooperativa desde setembro de 2015”.

Um dos motivos do rompimento do contrato seria a alta divida da cooperativa que hoje está estimada em cerca de R$ 8 milhões. O que pode estar sendo acumulado há muitos anos. Há aproximadamente dois anos, a cooperativa não comprava mais leite de produtores rurais de Divinópolis e região, uma crise que vem sendo acentuada a diversos anos. Em 2008 teve evidência a primeira crise da cooperativa de Divinópolis, na época a dívida estava estimada em R$ 6,6 milhões. Na oportunidade, os produtores ficaram mais de 40 dias sem receber, um dos primeiros momentos de rompimentos dos laços comerciais, Coordenado pelo então presidente Dalmir Delgado, foi feita uma tentativa de mudança administrativa sem sucesso.

Fundada em 1954, a cooperativa de Divinópolis chegou a gerar cerca de 300 empregos diretos e indiretos. A história da empresa, que em 1997, passou a investir no leite Longa Vida foi contada em um livro pelo escritor Mercemiro.

A nova crise ressurge a possibilidade e venda da marca para uma empresa terceirizada. A Avivar Alimentos de São Sebastião do Oeste foi citada como uma interessada. Em nota a empresa informou que “não procedem as informações de que ai indústria alimentícia adquiriu a Cooperativa Agropecuária de Divinópolis”, porém a empresa não nega ter havido algum tipo de negociação com os sócios proprietários da marca Karinho.

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com