Publicidade

Após morte de operador por soterramento, Vale tem alvará suspenso pela Prefeitura de Brumadinho

Postado em 19/12/2020 13:21

Após soterramento e morte de operador, Vale tem alvará suspenso pela Prefeitura de Brumadinho

Após o soterramento que provocou a morte de um operador de máquina retroescavadeira, a Prefeitura de Brumadinho suspendeu, por meio de decreto publicado nessa sexta-feira (19),o alvará de funcionamento e localização da mineradora Vale e de suas terceirizadas no município.

A suspensão é válida por uma semana ou até que os fatos sejam esclarecidos e a segurança dos trabalhadores esteja garantida. 

A Vale informou, por meio de nota, que imediatamente após o acidente, paralisou suas atividades em Córrego do Feijão. A empresa diz que continua apoiando as autoridades na apuração das causas e seguirá mantendo diálogo permanente com os órgãos públicos competentes.

Advertisement

O soterramento que matou o trabalhador ocorreu na tarde dessa sexta-feira (18),  após um talude da Mina do Córrego do Feijão cair sobre a máquina em que ele estava. O  Corpo de Bombeiros de Minas Gerais foi acionado por volta de 16h10 para atender a ocorrência. 

“Com o peso do material, composto por terra e pedras de minério, a estrutura da cabine acabou se rompendo e invadiu o interior do veículo, o que provocou a morte desse operador”, explicou o tenente Pedro Aihara, porta-voz da corporação.

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade
Publicidade
Publicidade
plataforma ead
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!