Publicidade

Colchões tem tecnologia que barra propagação do calor

Postado em 05/10/2020 12:23

A utilização das algas marinhas na indústria coméstica e de suplementos alimentares é bastante conhecida. Contudo, poucos sabem que também é possível encontrar colchões fabricados a partir desta planta marinha. A maioria dos colchões atualmente são fabricados com espuma e tecidos derivados do petróleo. Exceto as fibras naturais, o acrílico, poliéster, náilon e spandex (poliuretano) não são ecológicos e são produzidos à base de petróleo. 

Tecidos sintéticos derivados do petóleo não favorecem a troca natural entre a temperatura do corpo e do ambiente. Aliás, é o famoso: “esfriam no inverno, esquentam no verão”. Principalmente durante as estações mais quentes, a dificuldade para dormir é a maior reclamação. Porém, além de utilizar cortinas com blackout nas janelas durante o dia para impedir a entrada do sol e do calor excessivo, há outros recursos para tentar refrescar o quarto. 

A Premium Colchões é pioneira na utilização de alta tecnologia em sua linha de produção. E principalmente, na busca por materiais naturais que possam melhorar a hora do sono. A saber, cientistas ingleses da Universidade de Liverpool estão pesquisando até sobre as propriedades antivirais das algas marinhas. Enquanto essa pesquisa não se conclui, é possível aproveitar os benefícios dos tecidos naturais dos colchões Premium.

Ouça a explicação do diretor comercial Edimilson Camargos sobre as tecnologias dos colchões Premium que favorecem a hora do descanso e o bem estar:

 

 

 

 

View this post on Instagram

📣 Vem aí o nosso esperado Premium Day!!! ⠀ Dois dias com descontos imperdíveis. Toda a nossa linha de produtos com 25%off. 😱 ⠀ Já anote em sua agenda para não perder e garantir aquele colchão dos sonhos por um preço especial. 😍 ⠀ 📆 09 e 10 de outubro. ⠀ 👉 Consulte a disponibilidade de produtos. ⠀ #PremiumColchoes #PremiumDay #Promoção #Descontos #Sono #QualidadeDeVida #Conforto

A post shared by Premium Colchões (@premiumcolchoes) on

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade

Noticias relevantes:

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!