Grátis: escola francesa oferece curso com os grandes nomes da moda

Postado em 08/04/2020 16:41

FONTE METROPOLES

 

Jacquemus, Christelle Kocher e diretores da Saint Laurent, Chanel e LVMH estão entre os professores escalados pelo Instituto Francês de Moda

 

A pandemia da Covid-19 tem estimulado empresas e personalidades da moda a fazerem o que podem para ajudar no combate ao coronavírus e na solução de problemas relacionados ao isolamento social. O Instituto Francês de Moda, por exemplo, resolveu disponibilizar um de seus preciosos cursos on-line gratuitamente na plataforma FutureLearn, para que as pessoas consigam tirar algum proveito desta triste situação.

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Lançado em setembro de 2019, o curso Entendendo a Moda: Dos Negócios à Cultura teve mais 11 mil espectadores. No entanto, a versão liberada pelo IFM tem mais professores e conteúdos.

Além dos estilistas Simon Porte Jacquemus, Christelle Kocher e Paul Smith, compartilham seus conhecimentos o presidente da seção de moda da Chanel, Bruno Pavlovsky; o CEO do grupo LVMH, Sidney Toledano; a CEO da Saint Laurent, Francesca Bellettini; e Guillaume de Seynes, vice-diretor da Hermès.

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

O curso é bastante amplo. Cobrindo assuntos como representações de gênero, questões sociais, decodificação das silhuetas e importância da imagem, a iniciativa ainda explora o universo têxtil como fenômeno cultural e se aprofunda na relação entre moda e imprensa.

Apresentadas pelo professor Benjamin Simmenauer, as aulas começaram a ser postadas na última terça-feira (30/03/2020). Elas têm duração de um mês e contam com legendas em inglês, francês e espanhol.

Para participar, basta fazer um breve cadastro na plataforma FutureLearn e dar play nos vídeos e podcasts anexados na página. Os estudantes que desejam sair com um certificado da experiência podem desembolsar 54 euros para ter acesso ao documento.

“Não existem pré-requisitos técnicos. Só é necessário estar um pouco interessado no setor da moda, sem necessariamente ter feito cursos de marketing, costura ou sociologia. Eu projetei tudo para ser o mais democrático possível”, explica Simmenauer, responsável pelos conteúdos on-line do IFM.

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: Este conteúdo é protegido!