Publicidade

Times do interior podem recorrer aos grandes da capital para encerrar campeonato

Postado em 04/05/2020 11:23

O Campeonato Mineiro segue sem data para voltar mas o Patrocinense se articula nos bastidores para a remontagem do elenco para os dois jogos restantes. O presidente do clube, Marcos Antônio da Silva, o Marcão, disse que a diretoria fez contatos com Atlético e América para empréstimo de jogadores.

O Patrocinense foi um dos clubes da elite estadual afetados pela crise. Com paralisação da competição por conta da pandemia do novo coronavírus, a diretoria rescindiu contrato com todo o elenco e comissão técnica no fim de março. Alguns jogadores que estavam no elenco podem voltar, no entanto.

“Seis ou sete que estavam conosco já foram contatados. Fizemos contato também com o Atlético-MG e o América-MG no intuito de trazer alguns atletas por empréstimo para os dois jogos restantes. Seriam cerca de 20 dias de trabalho para as duas partidas, então, estamos buscando jogadores mais acessíveis no mercado e sem custos pela situação financeira que o país e os clubes do interior atravessam. Estamos trabalhando em cima disso” – disse Marcão.

O presidente ainda projeta a volta aos treinos no fim de maio e a realização das partidas em junho. Sexto colocado com 12 pontos, o Patrocinense tem chances matemáticas de classificação à semifinal, mas precisaria de uma combinação de resultados. O clube, neste momento, é um dos três classificados à Série D do Brasileiro de 2021.

Com a competição parada, o Patrocinense aproveitou para reaver a antiga república de jogadores do clube. Uma reunião com o prefeito da cidade, Deiró Marra, na última semana, selou a cessão do imóvel no regime de comodato. O prédio de oito apartamentos era usado pela Associação de Proteção e Assistência aos Condenados (APAC) Feminina, que estava sem atividades no local.

O imóvel situado na avenida Benedito Romão de Melo, próximo à estação ferroviária, será novamente a concentração e a república do time e, possivelmente, já nessa volta do Campeonato Mineiro. Além disso, poderá servir de sede administrativa, departamento médico, refeitório, cozinha e lavanderia.

Em entrevista o presidente Marcão afirmou que a utilização do imóvel representará ao Patrocinense uma economia de R$ 50 mil por temporada.

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade

Noticias relevantes:

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!