Publicidade

Sem um camisa 10 fica a pergunta: Aonde está Cazares no Atlético?

Postado em 25/08/2020 15:43

BANNER FUTEBOL AGOSTO 2020

O Atlético perdeu Nathan para o departamento médico, negociou Otero com o Corinthians, por empréstimo, e busca novas peças para o setor de armação da equipe. Ao que tudo indica, Juan Cazares não entrará nos planos de Sampaoli. Outrora dono da “camisa 10” do Galo, o equatoriano perdeu totalmente o espaço e segue apenas treinando no CT, ainda assim, longe do grupo de trabalho do técnico argentino. O jogador se manifestou sobre a situação.

“Na verdade, estou só treinando. Cumprindo o contrato, treinando todos os dias, chegando direitinho no Galo, na cidade. Treinando bem. Não posso falar nada, para não especular muito. Ainda estou no time, se o time quiser que eu fique, estou ali”.

“Agora, não estou no time principal. Tenho contrato com o clube, que tenho que cumprir. Estou tranquilo, treinando muito, não mostro para as pessoas o que faço”.

Cazares atuou em apenas uma partida em 2020, nos 30 minutos finais contra o Cruzeiro, o último jogo antes de Sampaoli assumir a equipe. Chegou a ficar no banco contra o Villa Nova, mas sem entrar. Durante a pandemia, foi vítima da Covi-19, perdeu semanas de treinamento e, ao que tudo indica, o espaço em definitivo no time principal.

Neste período longe dos gramados, acumulou polêmicas, como jogar uma pelada em meio à quarentena, prestar depoimento na Polícia Civil sendo investigado de ferir a lei ao promover festa e aglomeração, e ser parado em Blitz por conta de carteira de habilitação fora de ordem (veja no vídeo acima).

Os capítulos extra-campo são maiores do que dentro das quatro linhas, onde dificilmente Cazares voltará a atuar pelo Galo. O jogador destaca que está em condições físicas de atuar, mas tudo depende do treinador, com quem ainda não conversou.

“A decisão é do treinador, tem o treinador para isso, o presidente contrata o treinador e ele que manda ali. Estou bem fisicamente, vou fazer um treino aqui em casa, com um amigo meu. Estamos treinado muito. Na hora que eu for sair ou ficar, estou preparado (…) Mas o treinador, acho que ele tem outros jogadores na cabeça dele, que querem. Eu respeito, desejo sucesso ao time, sempre vejo os jogos e os meus amigos estão ali. Não conversei com ele, nem com ninguém. Treino, faço o meu trabalho e mais nada”.

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade

Noticias relevantes:

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!