Publicidade

Presidente do América se despede com sensação de “dever cumprido”.

Postado em 22/02/2021 10:45

Está chegando ao fim mais uma passagem de Marcus Salum pela presidência do América. Nesta segunda-feira, uma nova eleição marcará o início de mais uma era de Alencar da Silveira Júnior à frente do clube. Nesta sexta, Salum se despediu, por meio de mensagem escrita e vídeo, relembrando a última temporada.

No conteúdo divulgado pelo clube, Salum cita que o retrato final dos três anos de mandato é positivo e deve orgulhar os torcedores, já que o Coelho será um dos dois representantes de Minas Gerais na elite do Campeonato Brasileiro.

Advertisement

“Não gostaria de fechar este ciclo de 3 anos, destes mais de 30 anos de história no América, sem tentar retratar o momento especial que aconteceu para todos americanos neste último ano”.

“Nesse vídeo, que produzi com muita paixão, registramos as dificuldades, mas, principalmente, relembramos a entrega de toda a equipe que trabalhou conosco e celebramos os momentos vitoriosos que vivemos. Esse retrato final do ano nos enche de orgulho. O América é um dos dois clubes mineiros na série A” – Marcus Salum.

O conteúdo audiovisual começa ressaltando os pontos perdidos pelo América em função de erros de arbitragem. Na contagem do clube, foram 11 pontos deixados pelo caminho contra Ponte Preta (1×1), Cuiabá (0 a 0), Oeste (1 a 1), Cruzeiro (1×2) e Chapecoense (2×2). Além disso, há reclamação sobre o gol sofrido contra o Avaí, na vitória por 2 a 1, na rodada de encerramento da competição.

O Coelho terminou a Série B em segundo lugar, empatado em pontos com a Chapecoense, que levou o título pelo saldo de gols. Em função desses erros, o vídeo deixa a mensagem:

“Não veio o título, mas somos campeões.”

O vídeo também mostra as classificações do América contra Corinthians e Internacional, além do empate com o Palmeiras, em jogos da Copa do Brasil. O time chegou à semifinal, o que nunca havia acontecido na história do clube alviverde.

Apesar de não ter conquistado títulos, o América teve, em 2020, uma das melhores temporadas de sua história. Neste último mandato de Marcus Salum, o Coelho também esteve muito perto de conseguir se manter na elite nacional, em 2018, o que seria algo inédito. Em 2019, por pouco não conquistou a volta à elite como uma arrancada também histórica, saindo da zona de rebaixamento para a 5ª colocação da Série B, ficando a um ponto do acesso.

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade
Publicidade
Publicidade
plataforma ead
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!