Publicidade

Presidente Araújo fala sobre ocorrido na cabine da Minas FM

Postado em 23/10/2020 17:05

Na última quarta-feira, 21/10, o Presidente do Guarani invadiu a cabine da Minas FM no “Farião” para tirar satisfação sobre comentários feito pela equipe que trabalhava no local. Relembre aqui.

O Presidente emitiu um esclarecimento. Leia-o na íntegra e sem edições abaixo: 

Esclarecimento: Esclareço a todos do grupo, que o cidadão Léo Pasmar, que possui um programa esportivo(sic), na Tevê Candides, tem constantimente, logo após minha posse, agredindo e denegrindo minha pessoa e a entidade Guarani Esporte Clube, com mentiras, difamações e notícias não verídicas. Recentemente, durante o jogo Guarani contra o Atletic, eu compareci a todas as cabines do Farião, ocupadas pela Rádio Sucesso, Minas e TV Integração, para agradecer a presença deles no estádio. Fiquei em uma cabine ao lado da Rádio Minas e ouvia tudo que o narrador Eduardo e o pseudo comentarista Lima, numa agressividade a minha pessoa e ao Guarani, com comentários fora do futebol, a entidade Guarani. Tudo ouvimos inclusive a Comissão técnica do time visitante, que se encontrava sentados na arquibancada embaixo da cabine. Após o término do jogo, entrei na cabine da Rádio Minas, e fiz um convite ao Eduardo e convidando a ele, para candidatar a presidência do Guarani, porque o mesmo tinha todas as soluções para resolver os problemas do Guarani. Eduardo salientou que não podia, porque não era conselheiro. Eu disse a ele que eu levaria ao Conselho para colocá-lo no Conselho e que poderia inclusive, colocar o Léo Pasmar, na chapa dele, pois eles possuem a solução e capacidade de administrar o clube, inclusive até lá, eles não teriam o problema da pandemia e seria fácil administrar o clube. Mesmo dizendo a ele que o apoiaria, não aceitou. Nesse momento já saindo da cabine, o Lima me perguntou porque eu recusei 150.000,00, que o Gilson das Mangueiras Brasil tinha me oferecido. Fiquei surpreso e indaguei ao Lima, qual era a fonte do fake news, e se ele acreditava ainda em papai noel??!! Pedi a ele que me dissesse quem o havia dito isso. Ele disse que era o Marcelinho da torcida Guaragalo. Eu disse ao Lima que esse chefe de torcida além de mentiroso plantava notícias falsas. Tinha dito que o Marcelinho sempre dia dito que arrumara 35.000,00 para nós. Dinheiro que nunca apareceu. Portanto é mentirosa e caluniosa afirmativas que recusei dinheiro e fiz empréstimos bancários. Portanto também é falso que invadi cabine com intuito de reprimir alguém. Lembro ainda que as cabines são emprestadas as rádios de Divinópolis gratuitas e eu como presidente do Guarani, tenho autoridade de entrar em qualquer cabine que achar necessário.

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade

Noticias relevantes:

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!