Para El Turco, Atlético cria muito mas está finalizando mal. - Portal MPA

Publicidade

Para El Turco, Atlético cria muito mas está finalizando mal.

Postado em 02/05/2022 12:37
Publicidade

Após o empate em 2 a 2 com o Goiás pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro, o técnico do Atlético, Antonio Mohamed, ficou na bronca com o setor ofensivo do time. Na avaliação do argentino, esta era uma partida para se ganhar “não de um ou dois, mas de muitos gols”.

“Não tivemos a capacidade de matar o jogo. A única realidade é que tivemos muitas oportunidades, tivemos o controle da partida, com muitas finalizações muito claras”.

“Futebol se ganha com gols. A verdade é que era uma partida pra ganhar de três gols, mas não foi assim. Não tivemos contundência e temos que melhorar nesse aspecto”.

O Atlético saiu na frente, mas acabou cedendo o empate ao Goiás. O Galo dominou a partida, com 67% de posse de bola e 20 finalizações, contra apenas cinco do time esmeraldino. Mohamed chamou a responsabilidade pelas chances desperdiçadas.

Pela terceira vez nesta semana, o Atlético termina com o placar empatado, apesar de começar vencendo.

Pela Libertadores, na última quarta-feira, o Galo ficou no 1 a 1 com o Independiente del Valle-EQU. O time abriu o placar com Hulk, mas sofreu com a altitude e viu Sornoza empatar para os mandantes no segundo tempo.

Mesmo cenário da partida contra o Coritiba, pela terceira rodada da Série A, no último sábado. O Atlético chegou a fazer 2 a 0 na etapa inicial, mas levou dois gols na etapa final. Para Mohamed, a explicação para essas sequências de empates pode estar na transição dos adversários.

“Algo em comum não há, são jogos diferentes. O que existe em comum é que nos três jogos estamos ganhando e não fomos capazes de terminar com triunfo. Nos dois últimos jogos tomamos gol de transição. É um tema para avaliar, para ver se realmente temos que compensar um pouco mais e não permitir essa transição”.

FUTEBOL MINAS FM

Publicidade