No retorno de Marcelo Oliveira, Atléticos fazem bom jogo e empatam no Paraná

Postado em 22/05/2016 12:56

Após oito anos, Marcelo Oliveira voltou ao banco de reservas do Atlético-MG na manhã deste domingo. Em grande jogo, os mineiros saíram atrás do placar contra o Atlético-PR, mas pressionaram na segunda etapa e arrancaram o empate em 1 a 1 no Paraná.

PRIMEIRO TEMPO MOVIMENTADO

O primeiro tempo foi muito movimentado, com boas chances criadas para os dois lados. A primeira delas foi do time mineiro. Após um lançamento, a bola ia sobrando para Clayton e Carlos de frente para o gol, mas o arqueiro Weverton saiu de carrinho e afastou o perigo.

Porém, foram os paranaenses que abriram o placar. Ewandro chegou pela esquerda e cruzou, a bola desviou na defesa alvinegra e sobrou na segunda trave para André Lima, que completou para fazer 1 a 0.

O número de chances só aumentou após o gol. O lateral Douglas Santos, do Atlético-MG, chegou várias vezes ao ataque e levou perigo ao gol de Weverton. Seja por cruzamentos ou finalizações, o camisa 6 foi um dos destaques da primeira etapa.

E foi exatamente durante os primeiros 45 minutos que o Atlético-PR perdeu seu treinador. Após reclamação por causa de um escanteio para o Atlético-MG, Paulo Autuori foi expulso pelo quarto árbitro da partida. Durante a confusão, até o coordenador técnico rival, Carlinhos Neves, tentou acalmar Autuori – que só saiu de campo após a entrada da polícia.

O segundo tempo manteve o ritmo do primeiro. Aos 4 minutos, Ewandro arriscou de fora da área, e Victor foi obrigado a fazer boa defesa. Logo no lance seguinte, a resposta dos mineiros. Dátolo – que havia entrado no intervalo – recebeu pela esquerda, mas seu chute saiu à direita de Weverton.

Com 16 minutos, bela jogada de Nikão. O meia do Atlético-PR girou para cima da marcação, driblou dois, mas foi travado quando tentou finalizar – os jogadores da equipe paranaense reclamaram de toque de mão, mas o árbitro mandou seguir.

BRUNO CANTINI / ATLÉTICO MG

Marcelo Oliveira fez sua estreia no retorno ao Atlético-MG
Marcelo Oliveira fez sua estreia no retorno ao Atlético-MG

PRESSÃO DOS MINEIROS E SHOW DE GOLEIRO

Perdendo em seu primeiro jogo, Marcelo Oliveira tentou avançar ainda mais sua equipe e colocou o meia-atacante Carlos Eduardo no lugar do volante Eduardo.

A mudança surtiu efeito, e o Atlético-MG passou a apertar a equipe rival. Os mineiros avançaram e começaram a ocupar o campo dos mandantes, que dependiam de contra-ataques puxados por Walter.

Aos 30, o melhor momento dos visitantes no jogo. Primeiro, Cazares completou um cruzamento e parou em grande defesa de Weverton. No lance seguinte, Douglas Santos lançou a bola para a área, Edcarlos desviou e o árbitro viu mão de Cleberson. No pênalti, Cazares conseguiu superar o goleiro e empatou o jogo.

E a pressão continuou. Pouco depois do gol, Carlos Eduardo recebeu na entrada da área, mas chutou no meio do gol e Weverton fez outra bela defesa.

O empate não agradou aos paranaenses. A partida terminou sobre protestos da torcida e do goleiro local. Reclamando principalmente pelo pênalti favorável aos mineiros, torcedores jogaram objetos no gramado, e Weverton fez críticas à arbitragem

NO MEIO DE SEMANA…

Com o empate, o Atlético-PR somou seu primeiro ponto no Brasileiro. O time depende de outros resultados para não entra na zona de rebaixamento. Na quarta-feira, os paranaenses visitam o Botafogo, às 19h30.

O Atlético-MG vive situação mais confortável no Campeonato. Mesmo eliminado na Libertadores, a equipe conquistou quatro pontos nas duas rodadas iniciais e ocupa a 3ª posição. Os mineiros recebem o Grêmio na quinta-feira, às 21h.

Ouça os Gols da Partida:

.

Fonte: ESPN.com

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Real Time Web Analytics