No Cruzeiro, Fred está insatisfeito.

Postado em 31/07/2019 11:56

Depois de ficar no banco diante do River Plate, o atacante Fred disse que não se vê no esquema do técnico Mano Menezes. Ele diz entender a condição de reserva, mas afirma que não se encaixa no estilo de jogo do treinador cruzeirense, que opta por marcar no campo de defesa e sair rápido em contra-ataque.

 Eu trabalho para voltar a ser titular, mas, enquanto isso não acontece, eu vou tentando ajudar no tempo que eu estiver em campo, ou de alguma forma do lado de fora, independentemente de qualquer coisa.

“É lógico que a gente fica triste por sair do time, mas a gente entende, também, que é uma característica do Mano, de marcar bem lá atrás, com todo mundo, e sair no contra-ataque, e eu não encaixo nessas características dele.”

Fred perdeu a condição de titular no retorno do time após a parada no calendário do futebol brasileiro durante a Copa América. Surpreendentemente, Mano abriu mão do centroavante para jogar com Pedro Rocha de “falso 9”, diante do Atlético-MG, na ida das quartas de final da Copa do Brasil. Desde então, ele só voltou a ser titular quando o treinador não teve alguma das opções de frente.

Além de fazer essa revelação sobre o esquema de jogo, Fred admitiu que o Cruzeiro tem atuado para “ganhar de 1 a 0”, principalmente nos duelos eliminatórios. Vale lembrar que a Raposa não faz gol há seis partidas, contando Libertadores, Copa do Brasil e Campeonato Brasileiro

A gente está jogando o jogo para fazer isso mesmo, para ganhar de 1 a 0, para passar de fase, principalmente nesses mata-matas. Está poupando todo mundo aí no Brasileiro, então é natural sofrer. No último jogo, jogamos com oito moleques, com muita personalidade, com muita qualidade, mas sem treinar com a gente. É normal sentir essa dificuldade, mas as características estão sendo para criar pouco, mas matar o jogo com os caras lá da frente, que são rápidos.

Fred começou a temporada voando. Chegou a ter média de um gol por partida, e acabou sendo artilheiro do Campeonato Mineiro, com 12 gols. O camisa 9 da Raposa, inclusive, marcou o gol que deu o título estadual à Raposa diante do Atlético-MG.

 

Agora, no entanto, está vivendo um momento completamente oposto. Já são 14 jogos sem balançar as redes, sendo que em 11 ele foi titular, e em três foi reserva. Na derrota por 2 a 0 para o Athletico-PR, sábado passado, no Brasileiro, foi vaiado pela torcida no segundo tempo. O Cruzeiro volta a atuar no domingo, às 19h, em clássico diante do Atlético-MG, válido pelo Campeonato Brasileiro.

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: Este conteúdo é protegido!