Publicidade

No Cruzeiro, Airton chega para ser o “velocista” de lado pedido pelo técnico Enderson Moreira

Postado em 19/08/2020 11:46

BANNER FUTEBOL AGOSTO 2020

O Cruzeiro deverá oficializar, ainda nesta semana, mais um reforço para a equipe do técnico Enderson Moreira. Airton, atacante de 21 anos, revelado nas categorias de base do Palmeiras, chega como mais um investimento do clube e uma aposta em uma característica ainda carente no elenco: a velocidade.

Airton chega com um contrato de três anos e sob a tutela do diretor técnico do clube, Deivid. Enderson Moreira, claro, também chancelou a contratação, procurando informações, inclusive, com o ex-treinador de Airton: Elano.

Elano, que foi treinado por Enderson Moreira no Santos, hoje é companheiro de profissão do técnico cruzeirense. Ele falou das principais características do novo reforço celeste.

“Aqui (na Inter de Limeira), foi extremamente importante. É um extremo, um garoto, um cara de muita velocidade, um extremo direito. Tem um futuro promissor. Estou na torcida. Feliz por ele chegar num grande clube e com um grande treinador” – Elano.

Na Inter de Limeira, Airton disputou 11 partidas no Campeonato Paulista e deu duas assistências. Ano passado, o atacante de 21 anos jogou duas partidas pelo Oeste. Para Elano, é a grande chance para o jovem atleta.

“Cruzeiro é um clube gigantesco, e tenho certeza que ele vai ajudar muito o Cruzeiro, e o Cruzeiro vai fazer muito bem a ele. O Enderson Moreira é um amigo, trabalhei com ele. Tenho certeza que vai fazer um grande trabalho”.

Quem também acompanhou de perto as atuações de Airtor foi Heitor Esmeriz, jornalista da EPTV Campinas, afiliada da Globo. Ele destacou que a velocidade é a grande virtude do jovem atacante.

“Airton foi titular na maior parte do Campeonato Paulista com a Inter de Limeira e tem a velocidade como principal característica. Atacante que sabe compor na marcação, joga aberto, principalmente pelo lado direito. Tem muita facilidade para chegar à linha de fundo, para fazer a transição rápida, puxar contra-ataque.

Para o jornalista, o atacante ainda precisa ser lapidado na parte técnica: finalização e passe. Ele relembrou um lance no qual Airton ficou marcado na Inter.

“Peca um pouco nos aspectos técnicos, às vezes num passe mais preciso ou até mesmo na finalização. Mas é um jogador muito útil, principalmente no esquema do time. Na Inter de Lima, a principal atuação foi no Troféu do Interior, inclusive deu um drible desconcertante no Bruno Recife, mas pecou no último passe. Mas é um jogador de muita velocidade”.

 
 

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade

Noticias relevantes:

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!