No Atlético, 2020 será mais um ano para Cazares mostrar todo seu potencial

Postado em 10/01/2020 16:18

No fim de 2019, o presidente Sette Câmara, indicou que o clube pretendia vender Cazares de transferências. Isso porque, de acordo com o dirigente, o camisa 10 havia dado indícios de que não quer renovar contrato com o Galo, e esta virada do ano seria a última oportunidade de o clube fazer dinheiro com o jogador (o vínculo se encerra no fim de 2020). Nenhuma proposta alta chegou, e Cazares começa o ano integrado normalmente ao grupo do Atlético.

Segundo foi apurado nos últimos dias, uma renovação de Cazares com o Galo, considerando o atual cenário, ainda é improvável. Mas fato é que verdades no futebol duram muito pouco, e a “era Dudamel”, que começou nessa quarta-feira no Atlético, pode causar uma reviravolta. A saída de Cazares nesta janela já não é tão provável como já foi.

O treinador venezuelano foi apresentado oficialmente e começou a trabalhar com o elenco atleticano. Na primeira conversa do técnico com o elenco, Dudamel falou com os atletas e destacou a importância de Cazares para o time. Quem revelou o episódio foi Rui Costa, na entrevista coletiva concedida nessa quinta-feira. Rui ainda disse ter visto um “brilho no olhar” do equatoriano e fechou sua resposta dizendo que, “se quiser jogar”, o camisa 10 tem condições de ser um grande reforço para o Galo.

“O Cazares é um dos grandes jogadores do Brasil, talvez da América do Sul, e é jogador do Galo. Temos que valorizar isso. Ele teve momentos bons e ruins no ano passado, mas ele é um jogador que tem qualidade técnica e tem vínculo como clube. Para que ele saia do Galo, tem que ser uma proposta que seja importante, que justifique a sua saída. Na apresentação (ao elenco), o Dudamel pontuou muito isso, falou da importância dele, desde que ele (Cazares) esteja compromissado, e ele falou isso para vários jogadores. E eu vi um brilho no olhar do Cazares que eu não tinha visto ainda” – disse o diretor.

“Pode chegar uma proposta que seja extremamente satisfatória para o Galo? Pode. Mas ele está no grupo, ele vai ter que mostrar para o treinador que merece jogar, como todos, e isso ficou muito claro para vocês (imprensa), e mais claro ainda lá dentro, para os jogadores. Não dá para abrir mão de um jogador como Cazares. Se ele quiser jogar e ser o grande jogador que ele pode ser, é um baita de um reforço” – completou Rui.

Se de fato permanecer no Galo, Cazares terá mais uma temporada para ampliar números e tentar conquistar um título de expressão pelo clube. Ele chegou ao Atlético em 2016. Fez, até aqui, 204 jogos e 41 gols com a camisa alvinegra. É o estrangeiro com mais jogos pelo clube, na história, e o segundo estrangeiro que mais fez gols pelo Galo, com apenas um a menos que Lucas Pratto.

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: Este conteúdo é protegido!