Mudanças na equipe para garantir o segundo lugar

Postado em 20/03/2019 11:31

 

O Cruzeiro terá caras novas na equipe que enfrentará a Caldense nesta quarta-feira, às 21h30, no Mineirão, pela 11ª rodada do Campeonato Mineiro. Sem Egídio e Dedé, suspensos, Dodô jogará na lateral esquerda e Fabrício Bruno terá a segunda oportunidade como titular em 2019 ao lado de Leo na zaga. No meio-campo, Marquinhos Gabriel substituirá Rafinha, poupado por causa de incômodo na coxa direita. Outras mudanças serão anunciadas uma hora antes da partida.

Como não tem mais chances de liderar a primeira fase, o Cruzeiro quer assegurar ao menos o segundo posto, de modo que consiga a vantagem de jogar por dois empates ou vitória e derrota pela mesma diferença de gols em uma eventual classificação às semifinais. Antes, precisará avançar nas quartas de final, a ser realizada no sábado, às 19 horas, no Mineirão. Caldense, Patrocinense, Tupynambás, Villa Nova, Tombense e Guarani são possíveis adversários do time celeste na próxima fase.
 
Em dez rodadas no Estadual, a Raposa venceu seis e empatou quatro. Para o meia Marquinhos Gabriel, o episódio de maior lamentação foi diante do Boa, pela quarta rodada. A equipe ganhava por 2 a 1 até os 31 minutos do segundo tempo, quando o zagueiro Gabriel Vieira acertou belíssimo chute de longa distância e deixou tudo igual: 2 a 2.
 
“Eu acho que o jogo do Boa jogamos bem, tivemos mais oportunidades de sair com a vitória e acabamos sofrendo o gol de empate em um lance bonito deles. Esse jogo sofremos um pouquinho mais, gostaríamos de ter a vitória pelo jogo que fizemos. Mas, como falei, estamos focados para conquistar esse título que será importante para a gente”, disse o camisa 20. Os outros empates do Cruzeiro foram com Atlético (1 a 1), América (0 a 0) e URT (1 a 1).
 
O meia Robinho, que rechaçou a possibilidade de ser poupado, já projetou os embates de mata-mata do Mineiro. “Não dá para errar. Nesse momento de um jogo só nas quartas e de dois jogos na semifinal, você não pode errar. Se errar, é praticamente impossível passar. Vimos isso no ano passado, contra o Boca Juniors (pela Copa Libertadores), em que erramos um pouquinho a mais e não conseguimos reverter em casa. Mas nosso time é bem experiente. Sabemos que tem que ter o mínimo de erro possível para poder passar”.
 
Em 77 jogos contra a Caldense, o Cruzeiro tem grande superioridade: 51 vitórias, 20 empates e seis derrotas. A última vez em que a equipe de Poços de Caldas ganhou em Belo Horizonte foi em 25 de fevereiro de 1995, pelo Campeonato Mineiro: 1 a 0. O experiente técnico Mauro Fernandes, de 65 anos, confia em nova surpresa nesta quarta-feira. “Tabu foi feito para quebrar. Às vezes você tem uma equipe inferior que está em um dia feliz e consegue vencer a outra. A zebra é isso, nem sempre o melhor ganha”. Também classificada às quartas de final do Mineiro, a Veterana provavelmente terá a mesma escalação do triunfo por 3 a 0 sobre o Tupynambás.
 
CRUZEIRO X CALDENSE
 
CRUZEIRO
Fábio; Edilson, Leo, Fabrício Bruno e Dodô; Henrique (Lucas Silva) e Lucas Romero (Ariel Cabral); Robinho, Rodriguinho e Marquinhos Gabriel; Fred
Técnico: Mano Menezes
 
CALDENSE
Omar; Carlinhos, Renato Silveira, Rodolfo e Edu Pina; Renan, Romário e Felipe Baiano; Lorran, Judson e Salatiel
Técnico: Mauro Fernandes
 
Motivo: 11ª rodada do Campeonato Mineiro
Estádio: Mineirão
Data: quarta-feira, 20 de março de 2019
Horário: 21h30
Árbitro: Marco Aurélio Augusto Fazekas Ferreira

Assistentes: Ricardo Junio de Souza e Magno Arantes Lira

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com