Marquinhos Gabriel vira homem gol no Cruzeiro

Postado em 26/03/2019 11:06

O técnico Mano Menezes, os médicos do Cruzeiro e os membros da comissão técnica que hoje acompanham Marquinhos Gabriel no time mal poderiam acreditar que o jogador alcançaria boas e constantes atuações em tão pouco tempo no clube. Depois de chegar do Oriente Médio, o jogador sequer tinha previsão de entrar em campo pela Raposa. Em dois meses, ele já figura como uma das peças fundamentais no setor ofensivo.

Quando chegou ao Cruzeiro, Marquinhos Gabriel estava de férias e evitou falar sobre sua estreia. Médicos e comissão técnica fizeram o mesmo, e Mano Menezes preferiu não dar nenhuma previsão de usar o jogador. Além da falta de ritmo, o treinador ainda chamou atenção para o fato de Marquinhos ter vindo do Al-Nars, dos Emirados Árabes, país que não tem um calendário tão apertado quanto o brasileiro. A apresentação do jogador foi no dia 22 de janeiro, e a estreia só demorou pouco mais de uma semana depois disso. Logo na primeira partida contra o Villa Nova, ele já agradou Mano Menezes, que disse ter encontrado um jogador com características novas.

“Quando cheguei a gente não esperava isso, até falamos que precisávamos de um tempo maior para readaptação física. Mas as coisas aconteceram bem, a gente trabalhou muito bem essa recuperação física, eu ganhei muita força, que era o que estava faltando. Conseguimos fazer com que eu chegasse ao time e fizesse logo o que eu sei fazer. Agora é dar sequência”, comentou o meia, após a goleada contra o Patrocinense.

Hoje, Mano Menezes é outro que comemora a rápida adaptação do atleta. Assim como Rodriguinho, Marquinhos encaixou praticamente de forma imediata no time. Já são três gols na temporada e duas assistências em dez partidas, sendo sete na condição de titular.

“Temos uma base que se mantém durante todo esse tempo que estou aqui, com poucas variações, e essa base sustenta a chegada e adaptação de novos jogadores. A ideia é clara e bem desenvolvida pelo grupo. Aqueles que chegam não sentem tantas dificuldades assim para se entrosarem, e quando buscamos novas peças, sabemos as características que precisamos e procuramos aqueles que podem se encaixar melhor ao grupo”.

Apesar de não ter lugar cativo no time, Marquinhos aumenta consideravelmente a disputa por posições no lado esquerdo do campo. Ali, quem também está na briga é o velocista David. Rafinha é outro que não pode ser descartado, já que sempre foi uma das primeiras opções de Mano quando surgiu uma lacuna a ser preenchida.

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: Este conteúdo é protegido!