Levir prega respeito ao Defensor – “vamos lembrar de 1950”

Postado em 21/02/2019 10:37

Atlético Mineiro encaminhou a classificação para a fase de grupos da Copa Libertadores ao derrotar o Defensor, no Uruguai, por 2 a 0. O técnico Levir Culpi comemorou o resultado, mas usou a Copa do Mundo de 1950 para evitar que a equipe fique eufórica. Naquele Mundial, o Brasil perdeu o título para os uruguaios no Maracanã, com uma derrota por 2 a 1, de virada.

“Conseguimos neutralizar muito bem os pontos fortes do Defensor. Foi uma vitória merecida, que deixou uma situação ótima para o jogo de volta. Mas clube uruguaio precisa ser respeitado. Temos como exemplo a Copa de 1950”, falou Levir Culpi.

O treinador ainda analisou o desempenho de seu sistema defensivo, que levou quatro gols na fase anterior da Libertadores, contra o Danúbio, mas não foi vazado nesta quarta-feira.

“Nos três jogos que fizemos, marcamos sete gols, mas sofremos quatro. Ficou um pouco a desejar. Hoje o aproveitamento foi melhor, a defesa foi firme. O conjunto começou a se encaixar e vai dar muitos frutos”, declarou o treinador.

Levir Culpi ainda prometeu uma equipe 100% focada no duelo de volta, marcado para a próxima quarta-feira, às 21h30, no Independência, em Belo Horizonte. O clube mineiro pode perder até um gol de diferença.

“Melhor maneira de respeitar o adversário é dar 100%. Lógico que é difícil que isso aconteça, porque dependendo do resultado os jogadores podem relaxar, mas vamos fazer o possível para render o máximo, ao lado dos nossos torcedores, para selarmos a classificação”.

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
error: Este conteúdo é protegido!