Galo vence o Athletico-PR, encerra ano mágico e é bi da Copa do Brasil - Portal MPA

Publicidade

Galo vence o Athletico-PR, encerra ano mágico e é bi da Copa do Brasil

Postado em 15/12/2021 23:44

Após meter 4 a 0 na ida, no Mineirão, Atlético ganhou de novo, na Arena da Baixada, por 2 a 1

Acabou o ano de 2021 para o Atlético em campo. E o torcedor atleticano lamenta por não ver mais a inesquecível equipe de Cuca, Hulk, Zaracho, Keno, Arana e cia. Mas esse é o único motivo que o fã do Galo tem para se queixar nesta quarta-feira (15). Porque o Atlético é bicampeão da Copa do Brasil.

A temporada incrível foi fechada com chave de ouro na Arena da Baixada. Depois de golear o Athletico-PR por 4 a 0 no jogo de ida, o Galo esbanjou experiência e frieza ao domar um clima adverso e sair de campo com mais um triunfo e, principalmente, com a taça.

Uma campanha irretocável. Que rende aos cofres do clube R$ 73 milhões. Que tem o artilheiro da competição (Hulk, com oito gols). E que solta mais um grito de campeão da garganta do torcedor atleticano.

Frieza

Esfriar o jogo desde o início. Não deixar o Athletico-PR ficar à vontade, mesmo em seu estádio. Mas a Arena da Baixada era um verdadeiro caldeirão. Mosaicos, muito barulho e com o gol de Pedro Rocha, aos 20 minutos. Mas a bola bateu no braço do atacante rubro-negro e o VAR invalidou.

O balde de água fria na arena bem quente veio dos pés de Keno. Ou dos pés do próprio Furacão, que saiu errado no meio e a bola caiu nos pés de Vargas, que passou para Zaracho servir o camisa onze, que empurrou para o fundo do gol. 

A partir daí o Galo teve o que mais gosta: campo. E quase ampliou com Hulk, que tocou por cima na saída de Santos. O contra-ataque ficou armado e preparado para dar o bote a qualquer momento. 

No segundo tempo, o Furacão ainda teve outro gol anulado, dessa vez por impedimento. Mas Hulk ainda quis assinar a temporada. Como se fosse um quadro. E o gol por cobertura (mais um) foi realmente uma pintura.

No fim, o Furacão diminuiu com Jáderson, mas em nada ofuscou o espetáculo.

E o jogo terminou. O Galo se sagrou bicampeão da Copa do Brasil. E o torcedor vibrou. Mas lamentou que o ano mágico tenha terminado. Porque ver esse Atlético 2021 nunca é demais.

FICHA TÉCNICA

Athletico-PR 0 x 2 Atlético
Motivo: 
Final da Copa do Brasil 2021
Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Gols: Keno e Hulk (A); Jáderson (Ath)
Cartões amarelos: Vargas, Jair (A); Kayzer, Léo Cittadini, Abner Vinícius (Ath)
Athletico-PR: Santos; Marcinho (Khellven), Pedro Henrique, Zé Ivaldo e Abner; Erick, Léo Cittadini (Fernando Canesin), Terans e Christian (Jader); Pedro Rocha (Jáderson) e Renato Kayzer (Vinicius Mingotti). Técnico: Alberto Valentim
Atlético: Everson; Mariano, Rabello, Alonso e Arana; Jair (Tchê Tchê), Allan e Zaracho (Savarino); Hulk (Sasha), Vargas (Nacho) e Keno. Técnico: Cuca

fonte:www.otempo.com.br