Publicidade

Galo sai na frente e só goleada do Tombense tira alvinegro da final do Mineiro

Postado em 01/05/2021 18:49

Hyoran, Guga e Hulk marcaram. Goleiro Matheus Mendes substituiu Everson, expulso, e defendeu pênalti cobrado por Keké

O Atlético sai na frente em busca de uma vaga na final do Campeonato Mineiro. Com a vitória por 3 a 0 em cima do Tombense neste sábado, na Arena Independência, a equipe da Zona da Mata precisa quanhar do Galo por quatro gols de diferença, na próxima partida, para garantir vaga na decisão. 

Hyoran abriu o placar com belo passe de Hulk. Guga marcou em cobrança de pênalti sofrida pelo atacante e o próprio Hulk fez o terceiro do Galo na partida, em uma pacada no segundo tempo. O goleiro Matheus Mendes entrou para substituir Everson, que foi expulso, e defendeu pênalti cobrado por Keké.

Advertisement

No início do primeiro tempo, tudo morno no Independência. O Galo, apesar de se movimentar mais, não conseguia criar oportunidades. As duas chances do Galo na primeira etapa resultaram em gols. Aos 15, Hyoran recebeu um belo passe de Hulk. Dentro da área, o meia limpou a zaga e chutou para o gol, sem chances para defesa de Felipe. 

Seis minutos depois de abrir o placar, Hulk sofreu um pênalti. Com VAR nas fases finais do Estadual, o árbitro de campo esperou a confirmação da cabine, que manteve a decisão de campo. Guga pediu para cobrar e bateu firme no canto direito do goleiro. Os dois gols quase que na sequência do Atlético acenderam sinal de alerta no Tombense, que foi para cima

Com duas chances importantes seguidas, o Carcará quase diminuiu a vantagem atleticana. Aos 23, Keké, artilheiro da equipe, soltou uma bomba de fora da área e acertou o travessão de Everton. Mesmo com o placar favorável ao Galo, o Tombense finalizou mais durante o primeiro tempo. Cinco contra quatro. A posse de bola foi bem distribuída. 54% para o Galo e 46% para o Tombense. 

Hulk também deixou o dele. O atacante lançou uma bomba no gol de Felipe e marcou para o Galo. Aos 24 minutos do segundo tempo, Everson foi expulso, com cartão vermelho direto. Após ser driblado, o jogador do Galo comentou falta dentro da área. O juiz de campo marcou a penalidade, esperou a confirmação do VAR, que manteve a decisão.

Para substituir Everson, Cuca tirou Nathan de campo e colocou o goleiro Matheus Mendes, que teve uma missão difícil logo de cara. Keké, artilheiro do Campeonato Mineiro, foi para a cobrança do pênalti. O jovem da base atleticana defendeu a cobrança. Na sequência, Mendes também defendeu o rebote, impedindo o gol do Tombense.

O Galo entra em campo na terça-feira (4), às 19h, pela Libertadores, no Mineirão, para enfrentar o Cerro Porteño. O duelo é um confronto direto pela liderança do Grupo H. O próximo jogo da semifinal é no sábado seguinte (8), às 16h30, no Mineirão.

fonte:www.otempo.com.br

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade
Publicidade
Publicidade
plataforma ead
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!