fbpx
Pular para o conteúdo

Galo joga mal, é incompetente nos pênaltis e é eliminado pelo Corinthians

Image

Time de Eduardo Coudet foi totalmente engolido pelos donos da casa no tempo normal, e nas penalidades, desperdiça as chances

A freguesia segue. O Atlético jogou mal e foi eliminado pelo Corinthians pela sétima vez em oito mata-matas. Dessa vez, a classificação corintiana nas oitavas de final da Copa do Brasil veio com requintes de crueldade: nos pênaltis.

No tempo normal, após uma partida muito ruim, o Atlético foi derrotado por 2 a 0, mesmo placar a favor do Galo no primeiro jogo. Com isso, a classificação foi decidida nas penalidades.

E o Galo deum um show de incompetência nas cobranças. Hulk, Edenílson e Battaglia perderam as suas batidas. Everson até defendeu a penalidade de Yuri Alberto, mas Fábio Santos, Fausto Vera e Maycon fizeram e decretaram a classificação corintiana.

O jogo

O Atlético começou administrando o resultado e dando ênfase à posse de bola. E até se arriscava no ataque. Numa chance clara, Zaracho chutou em cima de Bidu, na que poderia ter sido a oportunidade de abrir o placar e tranquilizar ainda mais o time.

Mas o Galo definitivamente não gosta de tranquilidade em seus jogos decisivos. Parece uma sina. A equipe mineira saiu atrás no placar quando o jogo estava totalmente controlado. E por conta própria. Num vacilo de todo o sistema defensivo atleticano, que tinha a bola dominada, os corintianos aproveitaram a falha e fizeram a bola sobrar para Bidu marcar de peito, sem goleiro.

Com a vantagem no placar, o Corinthians ainda assustou ao acertar o travessão de Everson, depois de cobrança de escanteio.

E na segunda etapa, mesmo com as mudanças promovidas por Coudet, que colocou Dodô, Saravia, Battaglia e Hulk no lugares de Patrick, Mariano, Otávio e Vargas, o Galo seguia cometendo erros. Principalmente nas bolas aéreas.

Em um lance espetacular, Yuri Alberto cabeceou na trave novamente após cobrança de escanteio, e no rebote, Fausto Vera soltou a bomba e a bola caprichosamente bateu no travessão e numa das traves e saiu. 

Mas o segundo gol do Corinthians era questão de tempo e saiu. E foi um golaço. Com direito a lei do ex. Róger Guedes foi lançado, deu uma meia-lua em Nathan Silva, contou com o cochilo de Zaracho, que achou que a bola sairia pela linha de fundo, driblou Everson e tocou para o gol. 

O Atlético ainda perdeu um grande chance com Paulinho, que recebeu de Hulk e, de frente para gol de Cássio, chutou por cima, para desespero de Coudet, que colocou as mãos na cabeça como se não acreditasse no que via.

Corinthians 2 x 0 Atlético

Motivo: jogo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil 2023

Local: Neo Química Arena, em São Paulo (SP)

Gols: Matheus Bidu, Róger Guedes (C)

Cartões amarelos: Paulinho, Hulk (A); Bidu (C)

Corinthians

Cássio; Fagner, Murillo (Caetano), Gil, Bruno Mendez e Matheus Bidu (Fábio Santos); Maycon, Renato Augusto (Adson) e Fausto Vera; Róger Guedes e Yuri Alberto. Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Atlético

Everson; Mariano (Saravia), Nathan Silva, Lemos e Patrick (Dodô); Otávio (Battaglia), Zaracho, Igor Gomes (Edenílson) e Pavón; Vargas (Hulk) e Paulinho. Técnico: Eduardo Coudet

fonte:www.otempo.com.br

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x