fbpx
Pular para o conteúdo
  • Home
  • Atlético Mineiro
  • Atlético vence Cruzeiro, encerra tabu contra rival na Arena MRV e vence a primeira no Brasileirão

Atlético vence Cruzeiro, encerra tabu contra rival na Arena MRV e vence a primeira no Brasileirão

Image

Depois de passar as duas primeiras rodadas sem vencer, o Atlético enfim desencantou no Brasileirão. E foi em grande estilo. Neste sábado (20), pela 3ª rodada, o Galo recebeu o Cruzeiro na Arena MRV pelo clássico mineiro e não encontrou dificuldades para atropelar o arquirrival por 3 a 0.

Com o resultado, o Galo também manteve a invencibilidade nesta Série A, já que empatou os compromissos anteriores, contra Corinthians e Criciúma, respectivamente.

O técnico Gabriel Milito também segue sem saber o que é perder desde que desembarcou em Belo Horizonte. Agora, em 7 jogos, são 4 vitórias e 3 empates, além, claro, do título do Campeonato Mineiro conquistado.

Além disso, o clube também venceu pela primeira vez o Cruzeiro na Arena MRV. Isso porque, no retrospecto desde a inauguração do novo e moderno estádio, em 2023, os atleticanos perderam duas e empataram uma vez nas três partidas anteriores.

Enquanto isso, a Raposa, que até então estava invicta no Brasileirão, sofreu o seu primeiro revés nestas três primeiras rodadas.

Como foi o clássico
Assim que a bola rolou na Arena MRV, o Atlético aplicou o chamado “passeio” no seu arquirrival. E todos os três gols foram marcados ainda no primeiro tempo.

E tudo começou com uma pintura de Matías Zaracho. Aos 25 minutos, Gustavo Scarpa deu assistência açucarada para o argentino, que emendou uma meia-bicicleta e estufou as redes para fazer 1 a 0.
Zaracho recebeu de Scarpa, emendou meia-bicicleta e fez um golaço para o Atlético contra o Cruzeiro. O Argentino marcou aos 25 minutos do primeiro tempo
Aos 35, a dupla “dinâmica” formada por Hulk e Paulinho ajudou o Galo a ampliar. O camisa 7 finalizou dentro da área, e a bola que tinha como rumo a linha de fundo morreu nas redes graças a um desvio do camisa 10.

Nos acréscimos da etapa inicial, Guilherme Arana fez o terceiro. E contou com uma “ajudinha” do goleiro da Raposa Anderson, que não conseguiu segurar chute de fora da área do lateral, que na comemoração provocou o arquirrival com o tradicional “chororô”.

No segundo tempo, que teve um ritmo menos acelerado e, consequentemente, com menos chances, o Atlético apenas administrou a sua larga vantagem no placar para confirmar a vitória no clássico.

Fonte: ESPN.com

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

0
Would love your thoughts, please comment.x