Publicidade

Flamengo é bicampeão da Super Copa do Brasil ao bater o Palmeiras nos pênaltis.

Postado em 11/04/2021 13:45

Golaços, viradas, polêmica, expulsão de treinador, clima quente, disputa de pênaltis, goleiros em destaque… Em um jogão com todos os ingredientes dignos de uma final, o Flamengo venceu o Palmeiras nas penalidades por 6 a 5 neste domingo, após empate por 2 a 2 no tempo normal, no estádio Mané Garrincha, em Brasília, e conquistou o título da Supercopa 2021 (decisão entre o campeão brasileiro e o da Copa do Brasil do ano passado). Raphael Veiga marcou os dois gols do Verdão no jogo. Pelo Rubro-Negro, Gabigol e Arrascaeta anotaram. Na disputa de pênaltis, Diego Alves e Weverton brilharam, mas deu Rubro-Negro nos alternados com o último gol de Rodrigo Caio. Quem é melhor time do Brasil? Pelo resultado, podem até dizer que o campeão. Mas o fato é que Flamengo e Palmeiras têm tudo para, mais uma vez, dominar o protagonismo na temporada.

A final da Supercopa começou quente. E com golaço! Logo no primeiro minuto de jogo, após chutão de Diego Alves, Felipe Melo tocou da cabeça para Raphael Veiga dar um lindo drible em Willian Arão, ajeitar e abrir o placar. Melhor nesse começo, o Verdão ainda chegou duas vezes com Rony. Mas o atacante parou no goleiro do Flamengo. O time rubro-negro, aos poucos, conseguiu se encaixar e igualou o jogo. Tanto que criou ótima chance com Arrascaeta e depois, aos 22, empatou com Gabigol. O atacante aproveitou o rebote de finalização de Filipe Luís na trave e tocou para o gol vazio. A partida ficou ainda mais animada. Aos 28, o Palmeiras teve ótima chance com Breno Lopes, após passe de Wesley, mas Diego salvou em cima da linha. Dez minutos depois, Abel Ferreira ficou irritado com a arbitragem e foi expulso. Não deu nem para ver a polêmica do primeiro tempo: o árbitro marcou pênalti de Isla em Wesley. Mas, após consulta por áudio do VAR, só a falta foi anotada. Na cobrança, Veiga obrigou Diego Alves a grande defesa. Perigoso, o Flamengo criou boa oportunidade com Bruno Henrique aos 43. Mas o atacante parou em Weverton. O goleiro do Palmeiras, porém, não conseguiu segurar (nem pulou) o chute rasteiro de Arrascaeta aos 48 minutos. Virada do Flamengo!

Advertisement

Em desvantagem no placar, o Palmeiras partiu pra cima em busca do empate. Wesley, no primeiro minuto, arriscou. Mas a bola foi para fora. O Flamengo, porém, respondeu melhor. Duas vezes com Gabigol. Uma que parou em Weverton e outra que passou perto do gol. Aos 13, Danilo, que entrou no segundo tempo, arriscou pelo Palmeiras. Mas Diego Alves defendeu com tranquilidade. Quem deu mais trabalho ao goleiro do Flamengo foi Gustavo Gómez em cabeçada após escanteio. Sem desistir de buscar o empate, o Palmeiras foi para cima. E Rodrigo Caio, sem conseguir parar Rony, puxou a camisa do atacante dentro da área, aos 26. Pênalti cobrado por Raphael Veiga e convertido aos 28: 2 a 2! O Verdão manteve o ritmo acelerado depois do empate, mas o Flamengo conseguiu se segurar e ainda avançou na tentativa de ficar em vantagem novamente. Aos 40, Weverton (e a trave) salvou chute de Vitinho. Já nos acréscimos, Gabriel teve a chance do gol do título. Mas Weverton, após espalmar, salvou (muito!) em cima da linha, garantindo o empate no tempo normal.

O Flamengo levou a melhor sobre o Palmeiras na decisão e venceu por 6 a 5. Pelo Palmeiras, Raphel Veiga, Gustavo Gómez, Gustavo Scarpa, Viña, Gabriel Veron fizeram os gols. Luan, Danilo, Gabriel Menino e Mayke erraram. Pelo Flamengo, Arrascaeta, Vitinho, Gabigol, João Gomes, Michael e Rodrigo Caio marcaram. Filipe Luís, Matheuzinho e Pepê erraram.

Imagem de Bruno Lecambel por Pixabay 

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade
Publicidade
Publicidade
plataforma ead
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!