Publicidade

Em jogo apagado, Galo é derrotado pela Caldense e perde invencibilidade

Postado em 01/04/2021 20:13

Keno abriu o placar para o Galo, mas Verrone empatou no início do segundo tempo e Tonini virou para a Caldense

No gramado irregular do Ronaldão, o Atlético perdeu para a Caldense de virada, por 2 a 1, pela 6ª rodada do Campeonato Mineiro. O Galo perdeu a invencibilidade de cinco jogos no Estadual na segunda partida do técnico Cuca em sua segunda passagem pelo Galo. Apesar da derrota, o Atlético segue na liderança com 15 pontos e a Veterana vai para a 3ª posição e tem 11 pontos. 

Apesar de ter mais posse de bola, o Atlético não teve muitas oportunidades no primeiro tempo. Com exceção de Nacho Fernández, que consegue se movimentar com mais facilidade, o meio de campo do Galo não rendeu. O melhor momento do Galo na fase inicial foi a cobrança de falta que gerou o gol atleticano.

Advertisement

Aos 22 minutos do segundo tempo, Nacho Fernández cobrou falta, Keno desviou de cabeça e a bola morreu no gol da Caldense. Keno marcou o primeiro dele no Estadual e Nacho deu sua segunda assistência com a camisa do Galo. 

Nos últimos minutos do primeiro tempo, o jogo ficou mais movimentado com a Caldense tendo mais oportunidades. Foram duas chances seguidas aos 38 e depois aos 39 minutos da Veterana, que não aproveitou. Os primeiros minutos do segundo tempo também foram de muita pressão em cima do Galo, até que, aos 4 minutos, Verrone recebeu de Amarildo, chutou rasteiro e marcou para a Caldense.

Logo depois do gol de empate, o Atlético teve uma chance importante de marcar com Eduardo Vargas. Nacho fez um lançamento preciso para o chileno, que, quase sozinho, chutou longe do gol de Passarelli. Mesmo com o empate, a Veterana continuou pressionando muito o Atlético e Everson salvou o Galo da virada, aos 7 minutos, em uma finalização de voleio de Rafael Peixoto. 

Até os 20 minutos do segundo tempo, a Caldense tinha 10 finalizações contra apenas quatro do Galo, mas a veterana diminuiu o ritmo e o Atlético tentou aproveitar. Aos 24, Guilherme Arana chutou forte cruzado, mas a bola passou perto do gol e foi para fora. O técnico Cuca “renovou” todo trio de ataque. Primeiro, Vargas deu lugar a Savarino. Depois, Hulk saiu para Sasha entrar e Marrony substituiu Keno. 

Aos 32, Nacho cobrou mais uma falta com qualidade. Dessa vez, chutou direto pro gol, mas a bola passou bem perto do travessão. Em saída de bola errada do Galo, a Caldense aproveitou e virou o jogo, depois de tanto insistir. Gabriel Tonini marcou para a Veterana. O Galo até tentou empatar a partida nos minutos finais, mas sem sucesso.

Caldense: Passarelli; Danilo Belão, Jonathan, Guilherme Martins e Verone; Lucas Silva, Gabriel Tonini e David Lazari; Rafael Peixoto, Amarildo e Bruno Oliveira. Técnico Marcus Grippi. 

Atlético: Everson; Mariano (Igor Rabello), Gabriel, Junior Alonso e Guilherme Arana; Allan, Matias Zaracho (Hyoran) e Nacho Fernández; Hulk (Sasha), Eduardo Vargas (Savarino) e Keno (Marrony). Técnico: Cuca.

Cartões amarelos: Rafael Peixoto (Caldense), Eduardo Vargas, Gabriel (Atlético)

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade
Publicidade
Publicidade
plataforma ead
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!