Publicidade

Destaque do América, Zé Ricardo faz em balanço de 2021.

Postado em 27/03/2021 13:37

Na vitória sobre o Cruzeiro, no clássico da última rodada, a torcida do América teve uma boa notícia no fim da partida: a entrada do volante Zé Ricardo, recuperado de lesão. Um dos pilares do meio de campo americano, o jogador foi entrevistado e comentou sobre o início de temporada do clube, as saídas e chegadas de atletas e a expectativa para a disputa da Série do Brasileiro.

A entrada de Zé Ricardo ocorreu aos 39 minutos do segundo tempo. Ele atuou por 12 minutos na partida. O jogador falou sobre o retorno ao time.

Advertisement

“Acabei tendo uma pequena lesão, pude me recuperar bem. Já estou 100%, chegando no ápice nesse período de treinamentos, podendo treinar bem e ajudar a equipe. Fiquei muito feliz de poder voltar no clássico, um jogo de muita importância. Pude entrar e ajudar em campo a equipe. Fiquei feliz de poder voltar a jogar e ajudar o América”.

No clássico, o América não contou com outras peças importantes. Messias, negociado com o Ceará, e Ademir, que recebeu proposta de compra do Palmeiras.

“Temos uma equipe muita qualificada. Acaba tendo reflexo dentro de campo, quando peças importantes, como eles não estão presentes. A gente conseguiu performar muito bem. O trabalho está sendo bem feito. Quando trocam peças, quem entra, está preparado para ajudar”.

O próprio Zé Ricardo foi alvo de clubes brasileiros, ano passado, e no começo deste ano. Mas permanece no Coelho. O jogador acredita que o assédio a atletas e a saída de alguns deles é normal pela campanha feito pelo time, na temporada passada.

“Vejo de forma natural (a saída de atletas). A gente sabe que tivemos um grande ano em 2020. Nosso elenco se valorizou. Faz parte, essas coisas acontecem. Mas temos total confiança no nosso elenco. A gente vem crescendo como equipe. Isso é fundamental. A equipe estar acima de qualquer atleta individual para ter êxito no final”.

O começo da temporada do América é positivo. O time é o segundo colocado do Campeonato Mineiro com 12 pontos. Além disso, já está na segunda fase da Copa do Brasil, após vencer o Treze-PB na estreia.

“Sempre é bom começar bem no início de trabalho, mesmo tendo a manutenção de grande parte do elenco. A comissão optou por usar muitos atletas novos para dar rodagem, pegando experiência. Está sendo muito bacana, porque tem muitos jogadores surgindo, que vão nos ajudar durante o ano. E o time está respondendo dentro de campo, isso é o principal para ganhar confiança e se preparar bem para a parte final do Mineiro, Copa do Brasil e Brasileiro também”.

O grande desafio do Coelho, em 2021, é a Série A. A missão é conseguir permanecer na divisão de elite, fato que nunca o América obteve quando disputou o torneio de pontos corridos. Zé Ricardo acredita que o time está em um bom caminho para conseguir, pela primeira vez, a permanência.

“O segredo para fazer um grande campeonato é, sem dúvida, fazer um trabalho sério junto da comissão, do Lisca, dos atletas. Todo mundo caminhando no mesmo sentido, com foco, para fazer uma grande Série A, para alcançar os objetivos do clube. Sei que o clube vai contratar novos atletas. Uns saíram. Já foi falado em entrevista que o clube vai se reforçar. Mas a gente manteve uma base muito forte. Vai ser um diferencial para a gente. Os atletas que chegarem vão nos ajudar muito para fazer uma grande competição este ano”.

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade
Publicidade
Publicidade
plataforma ead
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!