Publicidade

Na estreia de Luxemburgo, Cruzeiro vira no fim, vence o Brusque e encerra jejum de nove partidas sem vitórias

Postado em 07/08/2021 16:28

O Cruzeiro entrou em campo mais organizado já no primeiro jogo sob o comando de Luxemburgo. O treinador promoveu a titularidade de Wellington Nem como um atacante pelo lado do campo. Do outro lado, manteve Bruno José e deixou Marcelo Moreno mais centralizado.

As melhores oportunidades no primeiro tempo foram da Raposa, que teve o lance mais polêmico aos 29 minutos. Marcelo Moreno pareceu ser segurado pela camisa dentro da área do Brusque e pediu pênalti, mas o árbitro da partida mandou o jogo seguir. Ainda sim, o ataque cruzeirense conseguiu assustar os donos da casa antes do intervalo.

O Brusque conseguiu igualar as ações na segunda etapa. Aos 14 minutos, os donos da casa roubaram a bola no campo de defesa, fizeram a transição e conseguiram o pênalti cometido por Eduardo Brock. Na cobrança, o artilheiro Edu abriu o placar.

Advertisement

Após o gol, o Cruzeiro precisou partir pra cima do adversário e achou o empate aos 41 minutos, com Felipe Augusto de cabeça. Dois minutos depois, Giovanni arriscou de fora da área e conseguiu a virada importante para os mineiros.

 

 

Fonte: ESPN.com

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade
Publicidade
Publicidade
plataforma ead
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!