Cruzeiro vence o Sport de virada e mantém vantagem na liderança da Série B - Portal MPA

Publicidade

Cruzeiro vence o Sport de virada e mantém vantagem na liderança da Série B

Postado em 28/06/2022 23:32
Publicidade

Com gol de Daniel Jr. e um contra, Raposa ganhou de 2 a 1, mesmo com sustos durante todo o jogo

O Cruzeiro até começou perdendo, mas conseguiu a virada e venceu o Sport Recife por 2 a 1 na noite desta terça-feira (28), no Mineirão, em jogo válido pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro Série B. Com este resultado, o time mineiro alcança os 34 pontos na competição e mantém a vantagem de quatro pontos sobre o Vasco da Gama, segundo colocado.

A Raposa levou o gol logo aos 18 minutos, com Kayke, após falha e contra-ataque no meio campo. O empate veio no primeiro tempo, com um gol contra do zagueiro Sabino. Já o gol da virada aconteceu foi quando o primeiro tempo se encaminhava para o final — Daniel Jr. escalado por Pezzolano como titular depois de alguns jogos, assim como o atacante Luvannor, fez o dele para ser aplaudido de pé pelos quase 40 mil torcedores no Mineirão.

Por outro lado, o time pernambucano, que estava sob o comando do auxiliar técnico César Lucena (Lisca já foi anunciado), permaneceu estacionado na 5ª posição, com 21 pontos, quatro atrás do Grêmio, o primeiro no grupos dos clube que se classificam à Série de 2023. O tento de Kayke foi o primeiro que o Cruzeiro levou em casa no Brasileirão.

O próximo compromisso do clube de Ronaldo Fenômeno, presente no Gigante da Pampulha, será ainda nesta semana, também em Belo Horizonte. Na sexta-feira (1), o confronto será contra o Villa Nova, às 21h30. Já o Leão encara o Vasco, no domingo (3), no Rio de Janeiro.

O jogo

Como em praticamente todas as partidas na competição, o Cruzeiro começou intenso, atacando o tempo todo, pressionando o adversário no campo de ataque e não deixando os oponentes passarem da linha do meio de campo. E, desde o início, a intenção era clara, atacar pelas laterais, principalmente na esquerda, com Matheus Bidu.

Logo aos 3 minutos, o zagueiro Eduardo Brock, avançado, cruzou a bola na área para o atacante Edu cabecear, mas a bola parou nas mãos do goleiro Mailson. Ali era apenas um pedaço do que estava por vir. Depois disso, foram vários cruzamentos na área — o companheiro Luvannor também aparecia, mas ou a bola ia para fora ou era defendida.

Apesar do domínio, foi o Sport que abriu o placar. Aos 18 minutos, após erro de passe no meio, o atacante Kayke recebeu bola enfiada na esquerda, cortou para o meio e bateu no ângulo do goleiro Rafael Cabral. 1 a 0 para os visitantes, o que não deixou o Mineirão nem um pouco calado. O tento deu um baque no time celeste, por isso, o empate, quanto mais cedo possível, era melhor.

Aos 27, com menos gente na frente, o empate veio. Após arrancada do zagueiro Zé Ivaldo, Geovane Jesus recebeu na direita e cruzou para a área; o zagueiro Sabino tentou tirar mas acabou desviando para o próprio gol: 1 a 1. Com isso, a equipe estrelada deu uma “acordada”, e voltou a jogar como no início em busca na virada.

A grande chance veio aos 37. Edu fez boa jogada na entrada da área, chutou, mas a bola ficou na defesa. No rebote, o volante Willian Oliveira pegou forte, e novamente Mailson espalmou para escanteio. Ali, o segundo gol era questão de tempo, e ele veio.

Aos 40 minutos, em um lance na direita que, aparentemente não era tão perigoso, o meia Daniel Júnior driblou o defensor e chutou de canhota para o gol não muito forte. Ele contou com um desvio no meio do caminho para explosão no Gigante da Pampulha com o 2 a 1, que se arrastou até o fim do primeiro tempo.

Na etapa complementar, a partida ficou mais aberta. Enquanto o Cruzeiro buscava ampliar a vantagem, o Sport se lançou ao ataque e, ao mesmo tempo, quando não tinha a posse, esperava pelos erros do adversário — e eles ocorriam com frequência.

Passes errados eram um prato cheio para o Sport levar mais perigo ao gol de Rafael, que sofreu. Quando não eram os chutes para foram a defesa tirava. Mas enquanto eles corriam atrás do prejuízo, os atacantes celestes queriam deixar os deles. Edu e Luvannor até recebiam bolas na área, mas o bom trabalho defensivo pernambuno não deixava passar disso.

Com o tempo passando, o clube mineiro conseguiu se fechar mais e parou de tomar chances claras de empate, mas, ao mesmo tempo, continuou oferecendo perigo, porém, o gol não saiu mais. Aos 45 minutos do segundo tempo, os atacante do Sport erraram dentro da área, para tensão no estádio, assim como aconteceu do outro lado do campo. Por fim, o placar permaneceu inalterado.

FICHA TÉCNICA

O quê: Cruzeiro x Sport

Motivo: 14ª rodada do Brasileirão Série B

Quando: terça-feira, 28 de junho de 2022, às 21h30 (de Brasília)

Onde: Mineirão, em Belo Horizonte-MG

Cruzeiro: Rafael Cabral; Zé Ivaldo, Lucas Oliveira e Eduardo Brock; Geovane Jesus (Rômulo), Willian Oliveira, Neto Moura e Matheus Bidu; Daniel Júnior (Adriano), Luvannor (Rodolfo) e Edu (VItor Leque). Técnico: Paulo Pezzolano

Sport: Mailson; Ewerthon (Parraguez), Rafael Thiere, Sabino e Sander (Vanegas); Bruno Matias, Fabinho e Thiago Lopes (Bill); Luciano Juba, Alan (Blas Cáceres) e Kayke. Técnico: César Lucena

Arbitragem: Leandro Pedro Vuaden (RS); Jorge Eduardo Bernardi (RS) e José Eduardo Calza (RS). VAR: Pathrice Wallace Corrêa Maia (RJ)

Cartões amarelos: Zé Ivaldo e Lucas Oliveira (CRU); Sander e Fabinho (SPO)

Público: 39.032

Renda: R$ 1.008.670,50

Fonte:www.otempo.com.br

Publicidade