Publicidade

Cruzeiro supera Paraná, vence segunda com Felipão e dorme fora da zona

Postado em 30/10/2020 23:38

BANNER FUTEBOL AGOSTO 2020

Cruzeiro supera Paraná, vence segunda com

Felipão e dorme fora da zona

Raposa conquistou sete pontos em nove possíveis com Scolari no comando; treinador fez o time voltar a triunfar no Mineirão

O efeito Felipão no Cruzeiro já é sentido. Em três jogos no comando da Raposa, o time conquistou sete pontos. Na noite desta sexta-feira, Scolari conquistou o segundo triunfo, o primeiro no Mineirão em seu retorno ao clube. Uma vitória por 2 a 0 sobre o Paraná, então quinto colocado, com dois gols da dupla de ataque do time. Moreno marcou logo aos 50 segundos de jogo, enquanto Airton foi às redes aos 38 minutos da etapa inicial. 

Com o resultado, o time celeste chegou aos 20 pontos e vai dormir fora da zona do rebaixamento, ocupando a 16ª posição. Na sequência da rodada, a Raposa vai acompanhar e ‘secar’ Náutico e Figueirense, que encaram CSA e Ponte Preta, respectivamente, ambos em partidas fora de casa. 

O Cruzeiro emendou cinco jogos de invencibilidade, com três empates e duas vitórias. Essa é a melhor sequência do clube na Série B. A vitória celeste começou a ser construída com menos de um minuto de jogo. Em levantamento para a área, Moreno se antecipou à defesa e, em impedimento, balançou as redes do goleiro Marcos. O 48º gol do camisa 9 pela Raposa, o terceiro em seu retorno, encerrando um jejum de sete jogos sem marcar. 

O primeiro tempo foi dominado pelo Cruzeiro, que poderia ter feito mais gols, inclusive com o próprio Moreno em lance de velocidade de Airton. Mas o goleiro Marcos, dessa vez, venceu o duelo com o boliviano. 

O arqueiro do time paranaense só não superou Airton, que aos 38 minutos da etapa inicial mostrou sua qualidade atuando pela primeira vez como titular sob o comando de Felipão. No lance, Fábio fez rápida reposição e Patrick Brey, na velocidade, passou para Airton, que driblou Marcos e mandou para as redes. O segundo gol do jovem atacante em duas partidas, cavando de forma definitiva um lugar no time titular. 

No segundo tempo, o time celeste puxou o freio de mão, deixando o Paraná com mais presença no ataque. Porém, o time celeste foi soberano durante boa parte da partida e conquistou um triunfo de forma até tranquila. Enfim, um pouco de paz e segurança em todos os aspectos do jogo para a torcida celeste. 

Fonte: www.otempo.com.br

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade

Noticias relevantes:

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!