Publicidade

Cruzeiro sai na frente, mas empata com o Goiás na Serrinha e segue sem emplacar

Postado em 07/09/2021 23:34

Raposa manteve invencibilidade, mas chegou ao 11º jogo com o placar em igualdade, voltando a ser o time que mais empata na Série B ao lado do Vitória

Luxemburgo pode ter chegado ao sétimo jogo sem perder à frente do Cruzeiro, mas pela urgência de resultados, a cada rodada que passa, vencer é mais do que necessário. Contra o Goiás, na noite desta terça-feira (7), no estádio da Serrinha, em Goiânia, o time até saiu à frente no placar com Thiago, na segunda etapa, mas em um jogo de pouquíssimas oportunidades, o time sofreu o empate dois minutos e chegou ao 11º jogo com placar em igualdade na segundona desta temporada, novamente sendo o time que mais empata no torneio ao lado do Vitória, o 17º colocado, primeiro time do Z-4, com 23 pontos. 

O resultado fez o Cruzeiro chegar aos 26 pontos, subindo uma posição na tabela e indo ao 14º lugar. São três pontos para o Z-4 e 12 para o Botafogo, o quarto colocado neste momento. 

Advertisement

O jogo

O primeiro tempo não reservou grandes momentos para os dois times. Foi um jogo bem ‘preguiçoso’. A partida começou até movimentada, com os times trocando ataques, mas as falhas no último passe e as conclusões longe do gol deram a tônica de uma etapa inicial pouco inspiradora. Pior ainda para o Cruzeiro, que perdeu o atacante Bruno José e Luxemburgo precisou alterar a formação ofensiva com Marcinho. 

Não era muito a do camisa 11. E para complicar, Rafael Sóbis seguiu muito aquém. O Goiás também pouco assustava o goleiro Fábio. Parecia até satisfeito com um 0 a 0 sonolento. O confronto só ganhou mesmo em emoção na etapa final, especialmente quando Luxemburgo resolveu propor mudanças na Raposa.

Ele sacou Giovanni e mandou a campo Claudinho, e ainda tirou Sóbis para a entrada de Thiago. Mudanças fundamentais porque aos 17 minutos, Claudinho participou do lance e Thiago, com um passe magistral de Wellington Nem jogando pelo meio, encobriu Tadeu. O segundo gol do jovem atacante na atual Série B. Mas a alegria cruzeirense durou muito, mais muito pouco mesmo. Aos 19 minutos, Eduardo Brock rebateu mal a bola e Elvis, da entrada da área, chutou firme para vencer Fábio e deixar o placar em igualdade. 

fonte:www.otempo.com.br

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade
Publicidade
Publicidade
plataforma ead
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade