Cruzeiro quer voltar a vencer fora de casa

Postado em 22/08/2019 11:40

A estreia de Rogério Ceni como treinador do Cruzeiro marcou o reencontro do Cruzeiro com a vitória na temporada. A equipe cruzeirense não vencia há nove partidas. Antes de a Raposa vencer o Santos, líder do Campeonato Brasileiro, por 2 a 0, no domingo, o time havia colhido quatro derrotas e cinco empates, incluindo a eliminação nas oitavas de final da Copa Libertadores para o River Plate-ARG (após dois empates em 0 a 0 e derrota nos pênaltis) e o resultado adverso de 1 a 0 no jogo de ida das semifinais da Copa do Brasil, para o Internacional, no Mineirão.

Com técnico novo e ambiente mais leve após a vitória sobre o Santos, o Cruzeiro agora mira acabar com outro incômodo jejum: o time não vence fora de Belo Horizonte, no Campeonato Brasileiro, há mais de um ano, quando bateu o Ceará por 1 a 0, no estádio Castelão, em Fortaleza, pela nona rodada. Naquela altura, a equipe de Mano Menezes assumiu a vice-liderança da competição.

De lá para cá, o Cruzeiro fez mais 20 jogos longe da capital mineira pela competição de pontos corridos, sendo 13 no ano passado (sete derrotas e seis empates) e sete no Brasileirão deste ano (quatro derrotas e três empates).

A Raposa agora tem pela frente um adversário que vem de vitória fora de casa, mas que ocupa a penúltima colocação no Brasileiro. O CSA, que bateu o Fluminense por 1 a 0, no Maracanã, resultado que, inclusive, culminou na demissão de Fernando Diniz do comando do time carioca, é o 19º colocado, com 11 pontos. O duelo acontece no domingo, às 19h (de Brasilia), no estádio Rei Pelé, na capital alagoana.

Outro fator que conta a favor do Cruzeiro é que o CSA venceu apenas um dos sete jogos que fez no estádio Rei Pelé, em Maceió-AL, neste Brasileirão: 1 a 0 sobre o Goiás. Além disso, foram três empates (com Palmeiras, Santos e Grêmio) e três derrotas (para Botafogo, Athletico-PR e Fortaleza). A oitava partida que fez como mandante aconteceu em Brasília, quando perdeu por 2 a 0 para o Flamengo, no estádio Mané Garrincha.

Sob o comando de Rogério Ceni, o Cruzeiro tem como objetivo, neste primeiro momento, distanciar o time da zona de rebaixamento. desta forma, o CSA é um adversário direto. Depois do duelo em Maceió, a equipe cruzeirense vai receber o Vasco, no Mineirão, também pelo Brasileirão, antes do jogo de volta da semifinal da Copa do Brasil, contra o Internacional, no Beira-Rio, quando precisa vencer por dois gols de diferença para avançar ou por um gol para levar a decisão da vaga para a disputa de pênaltis.

 

 
 
 
 

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: Este conteúdo é protegido!