fbpx
Pular para o conteúdo

Cruzeiro joga mal, cai diante do Cuiabá e frustra desejo da vice-liderança

Image

Raposa teve uma noite infeliz na Arena do Jacaré nesta segunda-feira (22) e foi derrotada por 1 a 0, no encerramento da sétima rodada do Brasileirão

Quem se aventurou pela BR-040 e percorreu os 75 quilômetros que separam  Belo Horizonte de Sete Lagoas, na noite desta segunda-feira (22), apostou que retornaria para casa com o Cruzeiro na vice-liderança da Série A do Campeonato Brasileiro. Afinal, a Raposa mostrou bom futebol nas últimas partidas e teria pela frente o Cuiabá, então na zona de rebaixamento. 

Contudo, não foi isso que ocorreu. A China Azul testemunhou uma jornada malsucedida, de pouco futebol e a consequente derrota para o Dourado por 1 a 0, na Arena do Jacaré. Deyverson marcou o gol dos visitantes, no encerramento da sétima rodada da competição.

Com o revés, o time estrelado segue com 12 pontos, na quinta colocação, desperdiçando a oportunidade de chegar ao segundo lugar na tabela. O Cruzeiro tentará a reabilitação sábado (27), num confronto complicado. Às 18h30, encara o Flamengo, no Maracanã. O rubro-negro soma 12 pontos, em sexto lugar. 

Já o Cuiabá respira na competição. Chega aos sete pontos, deixa a zona da degola e fecha a rodada em 14º lugar. No sábado, recebe o Coritiba, às 18h30, na Arena Pantanal.

Raposa acuada

O Cruzeiro fez um primeiro tempo abaixo do que vinha apresentando. Com pouca velocidade e criatividade na organização das jogadas do meio-campo para o ataque, o time estrelado teve dificuldade para chegar ao gol de Walter. 

Diferentemente do que se imaginava, o Cuiabá não se retrancou. Marcou forte, mas também buscou o ataque. Pelo lado azul, o zagueiro Luciano Castán tentou armar o time na saída da defesa, com inversões de bola, quase sempre procurando o atacante Wesley, que foi bastante participativo. Foi do camisa 11 a melhor oportunidade da Raposa. Ele recebeu na entrada da área, girou e bateu rente à trave direita do gol do visitante. 

O Dourado, por sua vez, levou mais perigo, em sequência. No primeiro, Jonathan Cafu recebeu ótimo lançamento, ganhou na corrida e, por pouco, não marcou um golaço. Ao sair cara a cara com Rafael Cabrel, tocou por cima, mas a bola passou rente à meta. Um minuto depois, o Cuiabá marcou. Após cruzamento pela direita, Deyverson se antecipou à zaga e cabeceou para o fundo do gol, aos 36 minutos. 

Mudanças, lampejos, mas…

O técnico Pepa percebeu a dificuldade do Cruzeiro e voltou do intervalo com mudança. Sacou o volante Neto Moura para colocar o atacante Gilberto. Bruno Rodrigues recuou um pouco e tentou ser o ‘armador’. Contudo, foi o Cuiabá quem assumiu o controle do duelo nos primeiros minutos.

A partir dos 15, Pepa mexeu novamente. Igor Formiga, Wallisson e Nikão foram a campo. Saíram William, Ramiro e Wesley. A Raposa melhorou e teve o melhor momento na partida, criando duas chances reais para empatar. Primeiro, com Gilberto. Na sequência, por meio de Wallisson.

Após esses lampejos, o Cruzeiro voltou a diminuir o ritmo, sem conseguir  levar vantagem diante do meio-campo do Cuiabá, que teve boa atuação em Sete Lagoas.  O Dourado foi administrando o placar para confirmar o triunfo fora de casa. 

CRUZEIRO 0 x 1 CUIABÁ

CRUZEIRO: Rafael Cabral; William (Igor Formiga), Lucas Oliveira, Luciano Castán e Marlon; Filipe Machado (Daniel Júnior), Neto Moura (Gilberto) e Ramiro (Wallisson); Wesley (Nikão), Henrique Dourado e Bruno Rodrigues
Técnico: Pepa

CUIABÁ: Walter; Matheus Alexandre, Marllon, Alan Empereur e Rikelme (PK); Raniele, Fernando Sobral e Denilson (Ronald Lopes); Jonathan Cafu (Ceppelini), Deyverson (Isidro Pitta) e Wellington Silva (Iury Castilho)
Técnico: António Oliveira

Gol: Deyverson, aos 36 minutos do primeiro tempo;
Cartões amarelos: Gilberto (CRU); Wellington Silva e Fernando Sobral (CUI)
Árbitro: Sávio Pereira Sampaio (Fifa-DF)
Assistentes: Rodrigo Figueiredo Henrique Correa (Fifa-RJ) e Marcelo Carvalho Van Gasse (CBF-SP)

fonte:www.otempo.com.br/

ouça o gol na voz de Leo Lasmar 

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x