Conmebol nega recurso e Atlético fica sem Nacho. - Portal MPA

Publicidade

Conmebol nega recurso e Atlético fica sem Nacho.

Postado em 17/08/2021 14:04

O Atlético não teve sucesso na tentativa de anular o cartão vermelho recebido por Nacho Fernández no jogo de ida das quartas de final da Libertadores, contra o River Plate. O clube entrou com recurso na Conmebol, mas recebeu na noite dessa segunda uma resposta negativa.

O departamento jurídico do Galo alegava irregularidade na revisão do lance pelo VAR, que culminou na expulsão de Nacho. Baseado nos áudios e imagens divulgados pela Conmebol, os advogados tentaram comprovar que a atitude violou as normas da entidade.

Advertisement

“O árbitro de campo só poderia ser chamado pelo VAR para realizar a checagem do lance caso os operadores interpretassem a ocorrência de suposta infração por ‘força excessiva’”, dizia a nota.

Apesar da tentativa, o Atlético sabia que as possibilidades de reversão da suspensão eram mínimas. Na coletiva após a vitória sobre o Palmeiras, o técnico Cuca,  já havia ressaltado que não contaria com Nacho.

“Não vai ter (o Nacho) com certeza, senão nós perdemos pontos, ainda que estamos tentando alguma coisa, mas é muito difícil. Vamos pensar que vamos ter que ter outras alternativas” – disse o treinador.

Nacho foi expulso aos 35 minutos do segundo tempo do jogo de ida, quando o Galo já vencia por 1 a 0, em gol marcado pelo próprio argentino (placar final). Ele se envolveu em uma jogada dividida com Angileri e acabou solando o adversário.

O árbitro Jesus Valenzuela, da Venezuela, nada marcou. Na sequência, ele foi chamado à cabine do VAR, comandado por Jhon Ospina, da Colômbia. Após a revisão, expulsou Nacho.

Agora com a certeza de atuar sem o principal articulador do time, Cuca trabalha alternativas. A boa notícia é que o técnico deve contar com Zaracho e Allan, que desfalcaram a equipe no jogo contra o Palmeiras por desgaste muscular (Allan chegou a ter um edema na coxa).

Como venceu por 1 a 0 em Buenos Aires, o Galo joga pelo empate para avançar às semifinais. A partida marcará a volta da torcida ao Mineirão após mais de 500 dias e cerca de 16 mil torcedores devem assistir ao jogo das arquibancadas.

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade
Publicidade
Publicidade
plataforma ead
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade