Com reservas, Atlético joga mal e perde para o Villa Nova

Postado em 25/01/2018 20:17

Com reservas pouco produtivos, o Galo virou presa para o Leão, nesta quinta-feira, em Nova Lima, pela terceira rodada do Campeonato Mineiro. O Villa Nova não tinha pontos, nem sequer um golzinho no Estadual mas o 1 a 0 foi suficiente para tirá-lo do sufoco e mostrar ao Atlético que aqueles considerados suplentes têm muito o que mostrar para postular algo no “time A”.

Com a derrota, o alvinegro cai da liderança para o quinto lugar na tabela, com quatro pontos. De alento ficou a melhora no rendimento com a entrada de três garotos na partida. Marco Túlio, Alerrandro e Bruno Roberto se mostraram muito mais dispostos do que aqueles que iniciaram a partida.

Há quatro anos, o Alçapão do Bonfim não recebia um grande da capital. O estádio não tinha condições para a transmissão de TV mas, após melhorias, neste ano, a detentora dos direitos retirou o veto. Nos arredores, aquele clima de interior, churrasquinho e moradores tentando uma espiadinha das sacadas de casa. Dentro, estava lá o velho placar, que conta os gols trocando as placas, e os reservas tentando se proteger do forte sol.

Nas quatro linhas, o alvinegro seguia o planejamento traçado para o início de temporada. O técnico Oswaldo de Oliveira escalou uma equipe reserva, a mesma que empatou com o Boa Esporte na primeira rodada do Estadual. O treinador tem deixado para colocar os titulares em campo em partidas dentro de casa, como acontecerá no próximo domingo, às 17h, contra o Patrocinense.

Na primeira etapa, o Galo teve mais posse de bola que o Leão, mas pouco conseguia criar de perigo. Enquanto isso, o Villa encaixava bons contra-golpes. A melhor chance do primeiro tempo acabou sendo um chute de Erik de fora da área.

O gramado do Alçapão, muito criticado, não estava de todo ruim. Na segunda etapa, já sem sol, a equipe vilanovense se mostrou muito mais a fim de jogo. Assim, logo aos 7 min, Daniel Morais abria o placar em cobrança de pênalti, o primeiro gol do Leão no campeonato.

O Galo, enfim, se viu obrigado a mostrar serviço. O garoto Marco Túlio foi para o jogo e sacudiu um pouco o time. Mas se era pra tirar algum proveito da fraca partida tecnicamente, Oswaldo deu vez aos garotos de 17 anos Alerrandro e Bruno Roberto.

Com a dificuldade de penetrar pela defesa, um chute de Mancini de longe acabou acertando o travessão. O Galo ainda reclamaria um pênalti não marcado sobre Patric e via o goleiro Victor ir para a área em um jogo de primeira fase de Estadual para tentar o empate.

 

Ouça o gol da partida na voz de Garcia Júnior:

 

 

 

Fonte: OTEMPO.com.br

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com