Ricardo Oliveira faz dois gols, mas Atlético leva empate do Danubio na estreia na Libertadores

Postado em 05/02/2019 21:57

Estreando na segunda fase da Copa Libertadores de 2019, o Atlético ficou à frente no placar duas vezes, mas empatou no Uruguai por 2 a 2 diante do Danubio, nesta terça-feira.

Segundos antes do intervalo, Federico Rodriguez empatou para o Danubio. Mas, aos 32 minutos da etapa final, Ricardo Oliveira voltou a recolocar o Atlético à frente do placar.

Mas a alegria durou pouco, já que Sergio Felipe voltou a empatar para o Danubio.

Com este resultado, o Atlético-MG pode até empatar sem gols ou em 1 a 1 na próxima terça-feira, em Belo Horizonte, que ainda assim avança para a próxima fase da Libertadores, a última antes da etapa de grupos na competição.

Primeiro tempo

O Atlético iniciou o duelo trocando mais passes, tentando encontrar espaços. O time não teve surpresas em sua escalação. A dificuldade encontrada pela equipe mineira de buscar o ataque acontecia devido aos problemas criados pelo Danúbio em sua parte defensiva, que tinha as duas primeiras linhas bem armadas, ambas com quatro homens.

A primeira grande chegada do AtléticO aconteceu aos 10 minutos de jogo. Em boa jogada entre Luan e Ricardo Oliveira, na esquerda, a bola foi cruzada para Chará, que dominou e chutou. O goleiro fez grande defesa. O lance mostrou a maior qualidade técnica do time brasileiro sobre o Danúbio.

Na medida que o relógio foi girando, o Danúbio passou a buscar mais o ataque, abrindo mais espaços. O Atlético, com isso, conseguia chegar com qualidade nos contra-ataques. Uma ótima oportunidade ocorreu aos 16 minutos, quando Ricardo Oliveira ficou na cara do gol.

O Atlético passou a construir seu jogo bastante pela esquerda do ataque. Após duas oportunidades, a terceira foi gol. Ricardo Oliveira, aos 28, recebeu o passe na cara do gol e mandou para o fundo da rede.

Após o tento atleticano, a equipe mineira não foi mais atacada. Com isso, passou a criar mais jogadas e chegava até com mais facilidade.

Nos acréscimos da etapa inicial, o susto. Em boa jogada pela direita, Federico Rodriguez aproveitou a bola na área e mandou para o fundo da rede e levou o empate para os vestiários.

Segundo tempo

O Danúbio voltou querendo virar o duelo. Os cinco primeiros minutos foram de pressão absoluta, levando dificuldades para a defesa atleticana. A equipe brasileira conseguiu equilibrar o jogo, conseguindo ficar com a bola nos pés.

Aos 10 minutos, o atacante Ricardo Oliveira recebeu a bola e teve duas chances seguidas. Em ambas, o goleiro adversário fez duas ótimas defesas e travou.

O técnico Levir Culpi, atento aos problemas de posicionamento que o time tinha, tirou Elias e Chará, mandando a campo José Welison e Maicon Bolt. A expectativa era seguir com a velocidade pelas pontas e mais pegada no meio.

Aos 31, o Atlético chegou ao desempate. Após ótimo cruzamento da direita, feito por Maicon Bolt, Ricardo Oliveira subiu soberano para mandar no canto e marcar o gol.

Poucos minutos depois, no entanto, em cruzamento na área, o time mineiro sofreu o gol, com o zagueiro Sérgio Felipe, que empatou novamente.

 

 

Fonte: ESPN.com

 

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Real Time Web Analytics