Fora de casa, Grêmio bate o Atlético por 4 a 1 e entra no G-6 do Brasileirão

Postado em 13/10/2019 21:32

O Grêmio venceu o Atlético por 4 a 1 na noite desse domingo (13), no Estádio Independência, passou o Inter e entrou no G-6 pela primeira vez nesta edição do Campeonato Brasileiro. Galhardo, Maicon, Pepê e Alisson marcaram os gols gremistas enquanto o argentino Di Santo fez para os mineiros. 

Com a vitória, o Grêmio sobe para 41 pontos contra 39 do Inter. O Tricolor agora é o sexto colocado e volta a campo na próxima quarta-feira (16), às 19h15min, para enfrentar o Bahia na Arena, no jogo que deverá ser o último dos titulares antes do confronto de volta da semifinal da Libertadores com o Flamengo.

Com o empate do Inter com o Santos, no Beira-Rio, o Grêmio entrou no gramado do Independência sabendo que uma vitória garantiria a entrada no G-6. Em crise e com o técnico Rodrigo Santana ameaçado, o Atlético-MG também precisava dos três pontos. A necessidade de vitória dos dois times resultou em jogo aberto.

O Grêmio iniciou melhor e teve a chance para abrir o placar logo aos 6 minutos com Alisson, que tirou a bola do alcance do goleiro Wilson, mas Réver apareceu quase em cima da linha para salvar os mineiros. O Atlético-MG foi aos poucos equilibrando a partida e criou suas oportunidades. Na mais clara delas, aos 16, Luan bateu cruzado e parou em grande defesa de Paulo Victor.

A postura ofensiva do Grêmio foi premiada aos 33 minutos, em um lance em que Rafael Galhardo contou com a sorte. O contestado lateral cruzou uma bola fechada, Wilson se atrapalhou e mandou contra o próprio gol: 1 a 0.

Em um momento de pressão, o Galo sentiu a falha do seu goleiro. O Grêmio soube aproveitar e logo chegou ao segundo gol. Aos 43, Cortez fez grande jogada pela esquerda e foi derrubado de forma infantil por Luan na área. O árbitro Luiz Flávio de Oliveira não teve dúvidas e marcou o pênalti. Coube a Maicon fazer a cobrança. Com muita categoria, o camisa 8 bateu sem chances para Wilson, que pulou no canto certo, mas não alcançou a bola.

O primeiro tempo só não foi perfeito para o Grêmio porque já nos acréscimos o VAR chamou atenção de Luiz Flávio de Oliveira para um puxão de Galhardo em Luan na área gremista. Após ver rever o lance no vídeo, o árbitro confirmou o pênalti. O argentino Di Santo cobrou e descontou aos 49 minutos: 2 a 1.

Se o gol de Di Santo dava esperança para uma reação do Atlético, o Grêmio tratou de jogar um balde da água fria nos mineiros logo no primeiro minuto do segundo tempo. Em uma jogada de velocidade, André tocou para Pepê, que invadiu a área e bateu na saída de Wilson para marcar o terceiro gremista.

O 3 a 1 deu tranquilidade para o Grêmio e aumentou o clima de pressão no Independência. O estádio foi só vaias quando o volante Elias deixou o campo para a entrada de Geuvânio aos 10 minutos. Xingamentos e reclamações eram ouvidos a cada erro do time mineiro. Do outro lado, o Tricolor mostrava maturidade para não correr riscos e administrar o resultado.

O técnico Renato Portaluppi sacou André aos 17 minutos para a entrada de Thaciano. Na sequência, Cazares fez falta dura em Luan e acabou expulso, botando fim a qualquer esperança de reação da equipe da casa. Aos 48, Alisson arriscou e fez o quarto gol, em chute que desviou em Rever.

Fonte: Gauchaz

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com