Publicidade

Atlético vence URT em jogo com polêmica de arbitragem e assume liderança do Mineiro

Postado em 09/02/2020 20:13

.

.

.

.

O Atlético visitou a URT pela quinta rodada do Campeonato Mineiro e venceu por 1 a 0, graças a um gol solitário de Franco Di Santo ainda na primeira etapa.

A partida ficou marcada por uma polêmica de arbitragem. Quando o placar ainda estava em 0 a 0, aos 31 minutos da primeira etapa, Roni abriu o marcador para os donos da casa, mas a arbitragem anulou por impedimento.

Os jogadores da URT reclamaram bastante e a repetição da jogada mostrou uma posição bastante duvidosa – lembrando que o Campeonato Mineiro não tem o árbitro de vídeo em suas partidas.

Já na reta final da primeira etapa, o Galo abriu o placar com Di Santo, aproveitando cruzamento na área. Com o resultado, o Galo chegou aos 11 pontos em cinco jogos e assumiu temporariamente a liderança geral do Mineiro. O Cruzeiro, segundo colocado, tem 10 pontos, mas um jogo a menos.

Ficha técnica

URT 0 x 1 Atlético

Gol: Di Santo

URT: Neguete, Audalio, Josué, Izaldo e Jefferson; Adalgiso Pitbull, Valkenedy, José Alves, Márcio Passos e Kesley; Ronieli

ATLÉTICO-MG: Michael, Patric, Lucas Hernandez, Gabriel e Igor Rabello; Ramón Martínez, Edinho, Allan, Dylan Borrero e Marquinho; Franco Di Santo Técnico: Rafael Dudamel


Estatísticas

Di Santo fez o seu segundo gol com a camisa do Galo em 2020

O Atlético volta a vencer depois de três partidas, duas pelo Mineiro e uma pela Sul-Americana, sem vitória


Di Santo faz o gol da vitória!

Franco Di Santo foi o responsável pelos três pontos do Atlético Mineiro na partida! Aos 43 minutos da primeira etapa, Edinho cobrou escanteio curto para Dylan Borrero, o colombiano ajeitou e mandou para a grande área. Di Santo fez uma ótima movimentação, se desvencilhou da marcação e cabeceou no canitnho, sem chance para o goleiro.


Polêmica!

Ainda quando o placar marcava 0 a 0, a URT chegou a abrir o placar. Júnior Lemos cobrou escanteio para a grande área, Roni desviou para o meio da área e Josué entrou nas costas da zaga para desviar para o gol. A arbitragem, porém, marcou impedimento do atleta e anulou o gol. No replay, não deu para ter certeza se o jogador estava realmente impedido e, como não existe VAR no Mineiro, o gol foi anulado da mesma maneira, gerando muita reclamação dos donos da casa.


Segundo tempo fraco

O segundo tempo viu as duas equipes pouco criarem e quase nada aconteceu. Nenhum dos dois goleiros sequer chegou a sujar o uniforme e as duas únicas chances da segunda etapa vieram em chutes de longe da URT, que passaram por cima da meta de Michael. Primeiro com Euller e depois com Kesley, mas foi só. O placar se manteve em 1 a 0 até o final e o Galo saiu vitorioso.


Próximos jogos

O Galo volta a campo no meio de semana na estreia da Copa do Brasil, a URT só no final de semana pelo Mineiro

 

Fonte: ESPN.com.br

Foto de Capa do Twitter do Atlético

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade

Noticias relevantes:

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!