Atlético e América não saem do zero com brilho de Victor

Postado em 14/10/2018 21:27

Quem disse que quando um jogo acaba em 0 a 0, é sinal de partida ruim? Atlético e América protagonizaram uma partida movimentada neste domingo, pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro, no estádio Independência. Mesmo com o marcador zerado, a partida teve bons momentos, especialmente por parte do time americano, que teve as principais oportunidades do duelo, e pode lamentar o placar final.

O Galo, entretanto, lamenta por não conseguir somar os três pontos em seus domínios. Porém, devido às circunstâncias, deve agradecer aos céus, ou melhor a São Victor. O goleiro, pegou tudo, e salvou a equipe de não perder para o rival. No todo, o time ficou devendo muito, tanto no sistema ofensivo, quanto defensivo, em que foi bagunçado, espaçado e confuso.

Com o resultado, o Atlético segue em sexto, com 46 pontos, quatro a mais em relação ao Santos, sétimo colocado, e que já se aproxima do time mineiro. Os comandados de Adilson Batista, somam mais um pontinho precioso na luta pelo rebaixamento do Brasileirão, e estão em 15º, com 33.

Na próxima rodada, os comandados de Thiago Larghi vão ao Rio de Janeiro para enfrentar o Fluminense, no domingo, dia 21 de outubro às 16h00 (horário de Brasília). Um dia antes, o Coelho recebe o Grêmio às 16h00 (horário de Brasília).

América amassa, Victor salva e placar não se movimenta

Mesmo jogando com o apoio da torcida, o América-MG começou encurralando o adversário. Logo aos dois minutos, Luan teve bela arrancada pela esquerda e fez o cruzamento rasteiro. Ruy dividiu com a zaga atleticana e a bola sobrou para Victor. Aos poucos, o Galo tentava tocar a bola em busca de espaços, mas dava o contra-ataque ao rival, que mais uma vez chegou com perigo. Juninho chutou, e abola sobrou limpa para Carlinhos, que errou a finalização na pequena área. Para a sorte dos donos da casa, o impedimento já havia sido assinalado.

O time de Adilson Batista seguia encontrando espaços. Ruy avançou pela direita, e tentou tabela com Juninho. No entanto, a redonda acabou sobrando para o camisa 10 já na entrada da área, mas a finalização saiu fraca, nas mãos de Victor. O Atlético, só foi responder na sequência. Depois de uma falha de Gerson Magrão, que recuou mal para João Ricardo. O goleiro dividiu com Ricardo Oliveira, e a bola bateu na cabeça de Luan e se perdeu pela linha de fundo.

Logo depois, o Coelho chegou de novo: Matheusinho na entrada da área ajeitou para Ruy, que da marca do pênalti, mandou na arquibancada, desperdiçando mais uma chance clara a favor dos visitantes. Impressionava nos primeiros minutos a displicência e a distração do Atlético, que comprometia o jogo. Outra boa oportunidade dos visitantes foi na cobrança de falta de Carlinhos, que mandou no canto de Victor. A bola passou raspando e os donos da casa seguiam fazendo primeiro tempo horrível.

Depois de 30 minutos levando sufoco, o Atlético foi lentamente, tentando se organizar e levou perigo com Tomás Andrade, em finalização de fora da área, que passou à direita de João Ricardo. Mas o América voltou a levar perigo. Em cobrança de falta rasteira, a defesa do rival dormiu no ponto, e Victor defendeu chute de Matheusinho. Até a reta final do primeiro tempo, os visitantes seguiam amassando o rival, que era salvo por São Victor. Graças ao goleiro, o placar acabou zerado e com muitas vaias da torcida do Galo, que reprovou a primeira etapa pavorosa.

Coelho segue dominando, mas para em São Victor

Na etapa complementar, o começo parecia não mudar muito. Mais uma vez, o América criou uma grande oportunidade. Carlinhos tomou a bola no meio-campo, fez fila e rolou para Ruy, que finalizou, mas de novo Victor salvou a pátria do Atlético.

O Galo, que também precisava da vitória, teve boas chances quase em sequência. Depois de cruzamento e meia altura, a redonda explodiu na cintura de Matheus Ferraz, tirou tinta da trave e foi pela linha de fundo. Luan, recebeu na direita, quase na linha de fundo e bateu cruzado. Ninguém apareceu para completar.

Os comandados de Adilson Batista seguiam com ousadia no jogo, e tiveram mais uma oportunidade clara de gol. Aos 21 minutos, Carlinhos avançou pela esquerda e buscou Luan. Na finalização, Victor mais uma vez evitou o tento americano. A situação fez com que os torcedores do Atlético, que tanto apoiam, vaiassem e pedissem raça aos jogadores em campo.

Cinco minutos depois, os comandados de Thiago Larghi quase enfim, inauguraram o marcador. Patric fez boa jogada da direita, entortando Matheus Ferraz, e depois do cruzamento, Ricardo Oliveira, centroavante nato, desperdiçou, mandando para fora. Na sequência, Robinho bateu, mas São Victor defendeu mais uma.

Enquanto a torcida gritava “Queremos treinador”, o Atlético quase marcou com Tomás Andrade, mas João Ricardo fez defesa espetacular. Assim, o placar acabou ficando em 0 a 0, com muitas vaias da torcida atleticana.

 

 

Fonte: ESPN.com

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Real Time Web Analytics