Atlético x Cruzeiro: encontro entre o novato e o veterano

Postado em 03/08/2019 12:26

O sexto clássico do ano entre Atlético e Cruzeiro marcará um contraponto em quem defenderá o gol dos maiores clubes de Minas Gerais. O jogo no Independência, às 19h00, pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro, marca o duelo de Fábio, jogador com mais clássicos mineiros na história, e Cleiton, estreante no gol atleticano em clássicos. Um encontro de 17 anos de diferença, já que o atleticano tem 21 anos contra 38 do cruzeirense.

Victor tem uma tendinite no joelho esquerdo e está fora do gol atleticano há quatro partidas – Fortaleza e Goiás, além dos dois jogos pela Sul-Americana diante do Botafogo. Desde então, Cleiton vem atuando no gol. O jogador só levou gols contra o Fortaleza, no empate por 2 a 2, mas ainda não sofreu nenhuma derrota.

Será a primeira vez que Cleiton, formado na base do Atlético, jogará o clássico. A estreia pelo profissional foi em junho de 2017, na vitória do Galo por 1 a 0 sobre a Chapecoense, no Brasileiro. Ao todo, ele tem 17 partidas, com 11 gols sofridos.

Fábio tem um currículo extenso. Jogador com mais partidas na história do Cruzeiro, com 843 partidas, é duas vezes campeão brasileiro (2013 e 2014), três da Copa do Brasil (2000, 2017 e 2018) e sete Campeonatos Mineiros (2006, 2008, 2009, 2011, 2014, 2018 e 2019). Desde 2005, ele defende a meta cruzeirense.

Nesta temporada, Fábio se tornou o jogador com mais partidas no clássico entre Atlético e Cruzeiro, ultrapassando o ex-goleiro atleticano João Leite, que tinha 57 partidas. A marca foi alcançada no primeiro jogo da final do Campeonato Mineiro, quando o Cruzeiro venceu por 2 a 1 o time alvinegro.

Fábio também tem bom retrospecto em partidas com o maior rival. Em 61 partidas, teve 27 vitórias, 15 empates e 19 derrotas, com 78 gols sofridos nos encontros. O aproveitamento do jogador é de 52,45% em duelos contra o Atlético.

Durante o período em que Fábio está atuando no Cruzeiro, o goleiro cruzeirense também esteve frente a frente de outros estreantes atleticanos em encontro entre os rivais, como os goleiros Diego Alves, Bruno, Edson e, por último, Uilson em 2016.

Atlético-MG e Cruzeiro se encontram novamente após decidirem o Campeonato Mineiro e também uma vaga nas semifinais da Copa do Brasil. Das duas vezes, a Raposa levou a melhor, ficando com o título estadual e passando de fase no torneio nacional. No Brasileiro, o time alvinegro soma 21 pontos e está na quarta colocação, enquanto a equipe azul e branca ocupa a 16ª posição com 10 pontos.

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: Este conteúdo é protegido!