Atlético e São Paulo empatam pelo Brasileirão 2019

Postado em 13/06/2019 22:02

No último jogo antes da pausa para a Copa AméricaAtlético-MG e São Paulo ficaram no empate por 1 a 1, nesta quinta-feira, no Independência, pela 9ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Alerrandro abriu o placar para o Galo no final do primeiro tempo, em m lance confuso e que precisoud e mais de 5 minutos de análise no VAR por parte do árbitro Leandro Vuaden.

Na segunda etapa, porém, Nenê entrou bem no Tricolor e achou bom passe para Alexandre Pato fuzilar no canto de Victor, marcando um belo tento e decretando a igualdade.

Com o resultado, os mineiros ficam em 5º lugar, com 16 pontos, enquanto os tricolores ocupam a 9ª posição, com 14.Somando todas as competições no ano, porém, a equipe comandada por Cuca chegou a um mês sem ganhar, já que o último triunfo veio em 12 de maio, contra o Fortaleza.

Depois da parada da Copa América, o Atlético volta a jogar pelo Brasileirão no dia 14 de julho, contra a Chapecoense, na Arena Condá.

Antes, porém, o Galo tem desafio duríssimo pela Copa do Brasil: em 10 de julho, encara ninguém menos que o Cruzeiro, seu maior rival, pelo jogo de ida das quartas de final.

No mesmo dia, o São Paulo recebe o líder Palmeiras, no Morumbi.

O JOGO

No embalo da torcida, que encheu o Independência, o Atlético começou a partida tentando mandar no jogo e criou sua primeira boa chance aos 8 minutos, quando Cazares recebeu na meia-lua e arriscou para o gol, mas para fácil defesa de Tiago Volpi.

10 minutos depois, foi a vez de Luan arriscar do bico da grande área. Sua finalização saiu bonita, mas acabou indo para fora.

O São Paulo só foi conseguir dar uma boa resposta aos 25, em um contra-ataque muito veloz puxado por Hernanes: ele tabeou e chegou à área para concluir, dando um susto em Victor.

Pouco depois, Patric errou a força ao recuar bola para Victor e quase deu um presentaço para Alexandre Pato marcar. Para sorte do lateral direito, Victor se antecipou e conseguiu o corte com os pés.

Depois disso, o Galo se reencontrou e fez sua torcida ficar com o grito de gol entalado na garganta aos 36: Cazares cobrou escanteio e Réver cabeceou resvalando a trave, fazendo até alguns torcedores comemorarem por engano.

Os mineiros seguiram em cima e quase chegaram ao gol novamente aos 42, em uma bomba de Chará de fora da área. Volpi fez grande defesa em seu canto esquerdo e conseguiu espalmar para escanteio.

Mas de nada adiantou para o arqueiro são-paulino: logo no lance seguinte, Alerrandro recebeu na área, conseguiu limpar a jogada e mandou para o fundo das redes. O bandeira até marcou impedimento, mas o árbitro Leandro Vuaden validou o tendo após olhar o VAR.

13º gol para o prata-da-casa em 19 partidas no ano!

Na segunda etapa, Cuca fez mudanças logo de cara: tirou o lateral Igor Vinícius e colocou o meia Igor Gomes para dar mais ofensividade ao time. Com isso, o volante Hudson foi deslocado para a lateral direita. Também entrou Éverton Felipe na vaga de Toró.

E Gomes entrou com vontade de mostrar serviço: logo em sua primeira jogada na partida, ele mandou um balaço da intermediária, que Victor teve trabalho para defender em dois tempos.

Mas o Atlético seguia melhor no jogo, e teve oportunidade claríssima aos 4: Alerrandro puxou lindo contra-ataque e abriu para Patric, que tentou batida cruzada. A zaga tricolor, porém, chegou na hora H e conseguiu travar.

A pressão continuou, e Cazares ficou perto de ampliar no lance seguinte, em uma bomba na direita da grande área, que passou zunindo por cima do travessão de Volpi.

Ao 12, porém, foi a vez do São Paulo ficar a centímetros de igualar: Pato recebeu pelo alto, conseguiu ganhar de Réver e Igor Rabello no corpo e chutou de perna esquerda, muito perto do cantinho de Victor, que já estava vendido no lance.

Na sequência, a partida ficou bastante faltosa, com os dois times reclamando muito com a arbitragem e sem conseguir criar mais bons lances.

Só aos 24 os torcedores voltaram a ser levantar, quando Luan deu excelente passe para Cazares e o colombiano disparou um foguete, exigindo grande defesa de Tiago Volpi.

E, na resposta desse lance, o São Paulo foi fatal: Nenê, que havia entrado há pouco, achou Alexandre Pato, que dominou já tirando do zagueiro e finalizou com perfeição no canto, sem qualquer chance de defesa para Victor.

Depois do baque, o Galo tentou voltar ao ataque e experimentou em chutes de fora da área de Geuvânio e Adílson. O primeiro foi defendido pelo arqueiro, enquanto o segundo foi longe da meta.

Aos 41, Geuvânio teve chance incrível de dar a vitória aos mandantes, mas finalizou em cima de Volpi e despediçou oportunidade claríssima.

Luan teve chance muito parecida já nos acréscimos, e foi mais um a desperdiçar em cima do goleiro são-paulino.

 

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-MG x SÃO PAULO

Local: Estádio Independência, Belo Horizonte (MG)

Data: 13 de junho de 2019 (Quinta)

Horário: 20h (de Brasília)

Árbitro: Leandro Pedro Viaden (RS)

Assistentes: Rafael da Silva Alves (RS) e André da Silva Bitencourt (RS)

ATLÉTICO–MG: Victor, Patric, Rever, Igor Rabello, Fábio Santos, José Welison, Elias, Cazares, Luan, Chará e Ricardo Oliveira.

Técnico: Rodrigo Santana.

SÃO PAULO: Tiago Volpi; Hudson, Bruno Alves, Anderson Martins e Reinaldo; Luan, Hernanes e Igor Gomes; Vitor Bueno (Calazans), Pato e Toró

Técnico: Cuca

Veja também
Comentários *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. comentarios
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com