Publicidade

Atlético é salvo por pênalti polêmico no fim, rebaixa Boa com vitória e tem respiro para Libertadores

Postado em 18/04/2021 18:39

Atlético “alugou” o campo de defesa do Boa Esporte, teve chances bem claras de gol, mas só conseguiu vencer o Boa Esporte, neste domingo (18), graças a um pênalti polêmico aos 43 minutos do segundo tempo. O placar de 2 a 1, gols de Vargas e Guilherme Arana, recuperou o time de Cuca, que chega menos pressionado à estreia na Libertadores. Pior para o clube de Varginha, rebaixado ao Módulo II do Campeonato Mineiro.

O resultado alivia a pressão sobre o time comandado por Cuca, que vinha de derrota no clássico para o Cruzeiro e chega à semana de estreia na Conmebol Libertadores mais leve. O Atlético enfrenta o Deportivo La Guaira na próxima quarta-feira (21), na Venezuela, pela abertura da fase de grupos.

Com o triunfo desta tarde, o Galo mantém a liderança do Mineiro, agora com 24 pontos, e garante a liderança, que dá vantagem de decidir em joga e jogar por dois resultados iguais na semifinal. Do outro lado do confronto, o Boa lamenta, pois assim confirma o rebaixamento para a segunda divisão, com apenas cinco pontos em dez rodadas.

Advertisement

Sem Hulk, Cuca manteve a estrutura titular e não deu descanso a seus principais jogadores. Mas, mesmo com Nacho, Vargas e Keno em campo, o Atlético foi prejudicado pela pressa de terminar as jogadas e muitos erros de tomada de decisão.

O Boa Esporte se aproveitou e saiu na frente logo a 20 minutos. Dieguinho arriscou de fora da área, a bola bateu na trave e voltou nas costas de Everson, que nada pôde fazer quando Tiaguinho balançou as redes. O gol foi irregular, por um toque de mão no início da jogada, mas o lance seguiu.

Sair atrás acordou o Atlético, que teve gol anulado seis minutos depois, com Vargas, e depois chegou ao empate aos 30. O mesmo Vargas aproveitou ajeitada de Júnior Alonso, enganou o goleiro Carlos Miguel e bateu para o gol vazio.

Esperava-se uma pressão imensa do time atleticano no segundo tempo, e ela de fato aconteceu. Mas isso não significou a dianteira do placar. O melhor momento foi entre os 14 e 16 minutos, quando o Galo teve duas chances claríssimas de gol, ambas com Vargas, que perdeu as duas.

Como o resultado era ruim para ambos, os times se jogaram de peito aberto na reta final da partida. Everson, aos 35, salvou o segundo gol do Boa, em finalização sem força de Igor Eto’o. O Atlético respondeu aos 40, em cabeceio fortíssimo de Réver que Carlos Miguel espalmou no reflexo.

A vitória saiu com polêmica. Aos 43 minutos, Nacho arrancou na entrada da área e foi derrubado, em lance que deixou dúvidas se foi dentro ou fora da área. Arana, que nada tem a ver com isso, bateu forte no ângulo esquerdo e definiu o resultado.

 

Ouça a partida completa com a equipe da Minas FM:

 

 

 

Fonte: ESPN.com

Comente! *Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Publicidade
Veja também
Publicidade
Publicidade
Publicidade
plataforma ead
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
error: Este conteúdo é protegido!